MENU
logo-amazonasum

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Acelera para Cristo: ‘motociata’ quer reunir 1 milhão pró-Bolsonaro em SP

Após participar de manifestações a favor de seu mandato, o presidente Jair Bolsonaro pretende participar do terceiro passeio de motos
Redação
• Publicado em 01 de junho de 2021 – 10:56

BRASÍLIA – Após participar de manifestações a favor de seu mandato, o presidente Jair Bolsonaro pretende participar do terceiro passeio de motos em prol de sua gestão, no dia 12 de junho. O evento acontecerá em São Paulo e o presidente afirmou que a expectativa é reunir cerca de 1 milhão de motos.

Leia mais: Membros do Patriota recorrem ao TSE contra filiação de Flávio Bolsonaro

O ato é organizado por simpatizantes evangélicos, uma das bases mais fiéis de apoio ao presidente, atraídas pela pauta conservadora e de costumes e terá o nome de “Acelera para Cristo”.

 O evento já está sendo convocado por perfis e canais bolsonaristas nas redes sociais e no YouTube. Segundo os organizadores, o passeio com o presidente deverá ir do Sambódromo à Avenida Paulista.

Participação

Antes, Bolsonaro já havia participado de eventos com motociclistas em Brasília no dia 9 de maio e no Rio de Janeiro no dia 23, que reuniram milhares de simpatizantes que ignoraram o distanciamento social e o uso de máscaras.

 Os dois primeiros atos a favor de Bolsonaro provocaram a reação da esquerda, que organizou protestos em várias cidades do país para pedir o impeachment.

Na última segunda-feira (31), ao ser questionado por um apoiador sobre a “motociata” em São Paulo, Bolsonaro disse que ficou “sabendo pela internet”.

 “Tem vários grupos organizando, estou sendo convidado por vários grupos. Vamos esperar, ver de quem é a organização, para decidir. Dia 12 tem esse encontro lá em São Paulo, que não é para mim, é o ‘Acelera para Cristo’, é isso?”, perguntou.

Os apoiadores do governo, no entanto, confirmaram que o ato era para Bolsonaro, que afirmou que a agenda estaria disponível no dia e se mostrou disposto a participar.

Ataques

Sobre os protestos do último final de semana, Bolsonaro chamou de “manifestação do PT” e disse que, se “falaram contra mim”, é um “sinal de que estamos no caminho certo”.

“Você sabe por que teve pouca gente nessa manifestação da esquerda na última semana? Porque a Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão apreendendo muita maconha pelo Brasil. Faltou dinheiro também”, afirmou.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap