Aneel atende Marcelo Ramos e tarifa social beneficiará mais de 65 mil famílias do AM - Amazonas1
5 de dezembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]om.br

Aneel atende Marcelo Ramos e tarifa social beneficiará mais de 65 mil famílias do AM

Em reunião na agência, parlamentar teve a garantia de que beneficiários do programa no Amazonas possam chegar a 400 mil famílias

Aneel atende Marcelo Ramos e tarifa social beneficiará mais de 65 mil famílias do AM
Foto de divulgação

Em reunião com a direção da Agência Nacional de Energia Elétrica, o deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) conseguiu que a agência reconhecesse a Tarifa Social para mais de 65 mil famílias que não fizeram seu recadastramento para manter o benefício por conta da pandemia.

Outra boa notícia aos amazonenses: a Aneel se comprometeu em validar o cadastro de mais famílias amazonenses. Com isso, a Tarifa Social poderá atingir cerca de 400 mil famílias.

Eleições

“Nossa reunião com o diretor da Aneel, André Pipetoni, foi no sentido de criarmos mecanismos para que mais famílias possam ter acesso à tarifa social de energia. De primeira, já houve a garantia de que as milhares de pessoas que não conseguiram se recadastrar para não causar aglomerações nos CRAS terão seu benefício revalidado”, disse Ramos.

Segundo Ramos, hoje, cerca de 200 mil famílias têm o direito à tarifa social no Amazonas. Mas ele afirma que esse número pode chegar a 400 mil famílias beneficiadas.

Portaria desobriga recadastramento

Neste ano, o Ministério da Cidadania baixou a Portaria 433, que desobriga a renovação do cadastro único em razão da pandemia. No entanto, a Aneel não vinha reconhecendo esses cadastros não renovados. Marcelo Ramos acrescentou, ainda, que as pessoas que tiveram e energia cortada por conta deste não reconhecimento passarão a ter a religação e parte da conta ou a íntegra do valor devido será paga pela Aneel, através do benefício da tarifa social.

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading