Em vídeo, aluna do 8° ano denuncia situação precária em escola estadual no interior

US - R$ 4,20

×

Em vídeo, aluna do 8° ano denuncia situação precária em escola estadual no interior

No vídeo enviado à redação do Amazonas1 é possível verificar a situação da sala de aula, com vazamento no teto, fiação e tomadas elétricas expostas.

Na Escola Estadual Coronel Raimundo Cunha, em Benjamin Constant, município que fica 1.119 quilômetros de distância em linha reta de Manaus, uma aluna do 8° ano denuncia, em vídeo, a situação da sala aula que tem 38 estudantes, que estava cheia de goteiras e com a fiação  elétrica exposta.

No vídeo, a estudante reclama da infraestrutura da unidade educacional, que fica na Avenida 24 de Abril. Segundo a denúncia,  a sala de aula na qual ela estuda, alaga em dia de chuva e em dia de sol faz calor pelo fato do ar-condicionado não funcionar. A aluna fala sobre as tomadas que ficam expostas e que uma delas já explodiu três vezes e nada foi feito.

Veja o vídeo;

 

A escola tem 8 salas e em cada uma tem aproximadamente 40 alunos, a escola tem dois pavilhões, e cada lado tem quatro salas, o lado “A” e o lado “B”.

O lado “B” é do 8° ao 9° ano, onde a aluna que fez o vídeo estuda. Segundo a fonte, que não quis se identificar com medo de represálias, disse “Aquela situação lá é de uma aluna do 8° ano, a situação é daquele jeito em todo aquele lado”.

A equipe da Amazonas1 teve a informação que a escola funciona a mais de 50 anos e nesse período ela não recebeu nenhuma reforma, somente pinturas e pequenos consertos. A unidade de ensino não tem sala de mídia, auditório, refeitório e nem quadra.

A internet que é utilizada na escola pela secretaria para trabalhos de uso em aula e particular não é paga pela Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc). As pequenas manutenções são feitas pelos funcionários.

Seduc responde

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto informa que já foram tomadas as devidas providências com relação ao caso de vazamento na Escola Estadual Coronel Raimundo Cunha, no município de Benjamin Constant. A Secretaria acionou a Gerência de Manutenção (Geman) da pasta e a unidade receberá os devidos reparos na segunda-feira (09/12).

Faça um comentário