Setor primário ganha linha de crédito no valor de R$ 25 milhões
A + A -

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

31 de maio de 2020
Site auditado pelo

Redes Sociais

[email protected]

Setor primário ganha linha de crédito no valor de R$ 25 milhões

O governador também informou prorrogação da suspensão das aulas até o final de abril

Setor primário ganha linha de crédito no valor de R$ 25 milhões
Foto: Lenne Santos/Ascom Ufopa

O governador do Amazonas, Wilson Lima junto com o secretário estadual de Produção Rural, Petrucio Magalhães Júnior e o presidente da ADS (Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas) Flávio Antony Filho, anunciaram na manhã desta quarta-feira, 1º, um pacote de medidas para auxiliar o setor primário do Estado, a fim de reduzir impactos causados pela pandemia do novo Coronavírus.

A medidas incluem:

  • Renegociação de dívidas dos produtores rurais com prorrogação de 180 dias, além de redução de taxas de juros, na área da agricultura;
  • R$ 25 milhões para linhas de créditos, com aplicação mínima de 60% para o interior do Estado, com base nos programas já existentes na Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). O valor será destinado para produtores rurais, pecuaristas, feirantes da ADS e associados;

 O Governo do Amazonas também vai liberar, o funcionamento de lojas agropecuárias na capital e no interior,e o tráfego nas estradas e nos rios de transporte de mercadorias para evitar o desabastecimento.

Wilson Lima anunciou , ainda, a continuação do Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme), que vai garantir a venda dos alimentos agrícolas que eram utilizados para a merenda escolar, mas que, por conta da pandemia, serão destinados aos abrigos, instituições de caridade e hospitais.

“Vamos comprar 50% dos alimentos produzidos pelos agricultores, mesmo com as escolas fechadas. Esse programa vai se estender e se tornar o Programa de Assistência Familiar (PAF), que deve ajudar famílias.”

Foi foi anunciada  a compra de 50% da produção dos agricultores que participavam das feiras da ADS, para doações destinadas à capital e ao interior do Amazonas.

As feiras da ADS foram suspensas para evitar aglomerações e atender as recomendações do Ministério da Saúde.

Com a aproximação da Páscoa  e para auxiliar a piscicultura, 70 toneladas de peixes vão ser doadas para instituições cadastradas nas secretarias de assistências sociais, no período da Semana Santa.

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias