Manaus e Tefé vão receber sedes da Casa da Mulher Brasileira

US - R$ 4,38

×

Manaus e Tefé vão receber sedes da Casa da Mulher Brasileira

A Casa da Mulher Brasileira é destinada ao atendimento humanizado de mulheres em situação de violência. Manaus e Tefé estão entre os municípios confirmados.

Este ano, o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH) implantará em 25 municípios brasileiros a Casa da Mulher Brasileira (CMB). Das sedes que serão feitas pela pasta, já foram confirmados 12 municípios, entre eles duas cidades amazonenses: Manaus e Tefé. 

Além do Amazonas, as outras sedes confirmadas serão em Belo Horizonte (MG), Aracaju (SE), Cuiabá (MT), Macapá (AP), Brasília (DF), Vila Velha (ES), Cariacica (ES), Volta Redonda (RJ), Cruzeiro do Sul (AC) e Uberlândia (MG).

O espaço será um local voltado para o atendimento humanizado à mulheres em situação de violência. A informação foi publicada nas mídias sociais do MMFDH.

Facilitar o acesso a serviços especializados de atendimento, é a finalidade da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM), para que elas tenham condições para enfrentar a violência, a qual foram vítimas, além de incentivar o empoderamento e autonomia econômica da mulher.

Nas CMBs, as mulheres também podem contar com os  serviços de: acolhimento e triagem, apoio psicossocial, delegacia, Ministério Público, Defensoria Pública, Juizado de Violência Doméstica, alojamento de passagem, brinquedoteca e central de transporte.

Casa da Mulher Brasileira 

O projeto foi criado em 2013, pelo governo federal, na gestão de Dilma Roussef. Das 27 casas previstas para serem construídas, naquele ano, apenas sete foram erguidas e somente duas de fato oferecem todos os serviços. Embora tenham sido investidos mais de R$ 70 milhões.

Faça um comentário