MP apura suposto rombo de R$ 839 mil de ex-prefeito Raimundo de Sá
30 de novembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

MP apura suposto rombo de R$ 839 mil de ex-prefeito Raimundo de Sá

Na eleição suplementar de 2017, o ex-prefeito Raimundo de Sá foi detido depois de ser flagrado por policiais civis oferecendo transporte ilegal de eleitor em favor de Amazonino Mendes

MP apura suposto rombo de R$ 839 mil de ex-prefeito Raimundo de Sá
(Foto: Reprodução/ Internet)

A “gestão omissa” do ex-prefeito Raimundo Robson de Sá, do município de Novo Aripuanã, que rendeu multa da Receita Federal de quase R$ 840 mil ao município, será alvo de Inquérito Civil do Ministério Público do Estado (MPE-AM).

A reportagem do Amazonas1 não conseguiu entrar em contato com o ex-prefeito até o momento da publicação.

O início da investigação foi em novembro do ano passado, p somente na última terça-feira, 11, o despacho foi publicado no Diário Oficial do MPE-AM.

Leia mais em: Ex-prefeitos do AM são condenados a devolver mais de R$ 20 milhões 

Improbidade

No documento, o MPE-AM mostra que o ex-prefeito Raimundo de Sá deixou de entregar no prazo as declarações de débitos e créditos tributários à Receita Federal.

A omissão gerou um processo fiscal da Receita contra o município que resultou numa multa de R$ 839.646,38.

Por conta dessa omissão o MPE-AM abriu novo Inquérito Civil contra o ex-prefeito.

Memória

Em Abril de 2019, o ex-prefeito Raimundo Robson de Sá teve as contas reprovadas pelo colegiado do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) e foi multado em R$ 2,8 milhões pelas irregularidades apontadas.

Na eleição suplementar de 2017, o ex-prefeito Raimundo de Sá foi detido depois de ser flagrado por policiais civis oferecendo transporte de eleitor do porto do município para os locais de votação. Na ocasião foram encontrados com ele materiais de campanha do então candidato Amazonino Mendes (Sem partido).

Veja a publicação no Diário Oficial: 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading