US - R$ 4,07

×

MP investiga ‘saída’ de preso sem escolta para ir ao hospital

Segundo a investigação, um documento da polícia narra o fato de o interno ter recebido autorização do diretor da unidade prisional.

Ministério Público investiga o caso que aconteceu na Unidade Prisional de Tefé. (Reprodução)

A saída, não autorizada do detento Fabrício da Silva Monteiro das dependências da Unidade Prisional de Tefé, em 24 de dezembro de 2018, quando foi flagrado em sua residência, está sendo investigada pelo Ministério Público do Amazonas (MPAM).

A instauração do procedimento administrativo foi publicada no Diário Oficial do MPAM na última quinta-feira (18/7) e assinada pela promotora de Justiça substituta, Karla Cristina da Silva Souza.

A promotora considerou o Ofício nº 580/SJD/3º BPM-2018, do Comando do 3º Batalhão de Polícia Militar, para o início das investigações. Conforme o MP-AM, o documento narra o fato de o interno ter recebido autorização do Diretor à ápoca, Orlando da Silva Rocha, para ir ao Hospital Regional de Tefé, no entanto, foi a uma drogaria e posteriormente foi encontrado em sua casa.

Registro

O MP-AM determinou que seja expedido ofício ao Hospital Regional de Tefé para requisitar o prontuário médico e todos os registros da passagem de Fabrício no dia 24/12/2018, especificando o horário em que esteve no local e o tratamento que lhe foi receitado.

Confira publicação:

 

Faça um comentário