Ponto de Parada: Justiça Federal tira presidente do Caprichoso de prisão temporária
27 de janeiro de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Ponto de Parada: Justiça Federal tira presidente do Caprichoso de prisão temporária

O presidente do Caprichoso, Jender Lobato, foi um dos presos pela Polícia Federal em investigação que apura desvio superior a R$ 13 milhões na Prefeitura de Presidente Figueiredo

Ponto de Parada: Justiça Federal tira presidente do Caprichoso de prisão temporária
Foto: Caprichoso

O desembargador federal Olindo Menezes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) disse, em decisão que concede o Habeas Corpus (HC) ao advogado e presidente do boi-bumbá Caprichoso, Jender Lobato, que sua prisão temporária, decretada na última semana, configurou constrangimento ilegal contra ele; Lobato foi solto no final da noite da última sexta-feira (27).

No pedido de HC, a defesa de Lobato ressaltou “a existência de constrangimento ilegal, decorrente da manifesta ausência da contemporaneidade da medida, considerando que se apuram fatos ocorridos em 2017, o que evidenciaria a ausência da urgência da medida”, não havendo necessidade de prisão, mesmo que temporária, por suposta situação que segue em fase de investigação.

Leia mais: PF mira família de Saullo Vianna em operação que apura esquema de R$ 13 milhões 

Ao conceder o HC ao advogado e presidente do Caprichoso, o desembargador afirmou, ainda, que “revela-se genérica a afirmação da necessidade de que a medida se imporia como forma de eficiência investigativa, de modo a agrupar, para um mesmo momento o depoimento de pessoas envolvidas nos fatos, pois se trata de um elemento de presunção, que não pode justificar a segregação cautelar, ainda que de natureza temporária e passageira”.

Leia mais: dinheiro desviado em Presidente Figueiredo era do Fundeb, diz CGU

Ao final de sua decisão, Olindo Menezes reforçou que por “presença evidente de constrangimento ilegal” estava concedendo a liminar para determinar a soltura imediata de Lobato. Vale ressaltar que Jender foi ouvido na qualidade de declarante.

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading