Por R$ 2,8 mi, prefeito de Anamã contrata indústria de plástico para coletar lixo - Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

5 de agosto de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

redacao@amazonas1.com.br

Por R$ 2,8 mi, prefeito de Anamã contrata indústria de plástico para coletar lixo

  Da Redação – A Prefeitura de Anamã (município a 160 quilômetros de Manaus) contratou a Incomplor Indústria e Comércio da Logística Reversa Ltda., por R$ 2,8 milhões, para a prestação de serviços de coleta de lixo e limpeza pública de vias, pelo período de 12 meses. Um detalhe curioso é que a vencedora do […]

Por R$ 2,8 mi, prefeito de Anamã contrata indústria de plástico para coletar lixo

Raimundo Chicó foi quem assinou o contrato de serviço com a indústria de plástico para fazer a coleta de lixo de Anamã (Reprodução)

 

Da Redação – A Prefeitura de Anamã (município a 160 quilômetros de Manaus) contratou a Incomplor Indústria e Comércio da Logística Reversa Ltda., por R$ 2,8 milhões, para a prestação de serviços de coleta de lixo e limpeza pública de vias, pelo período de 12 meses. Um detalhe curioso é que a vencedora do pregão presencial tem como principal atividade econômica junto à Receita Federal,  a fabricação de embalagens e material plástico.

O contrato foi publicado no Diário Oficial do Município de Anamã, no dia 21 de junho, e assinado pelo prefeito de cidade, Raimundo Pinheiro da Silva (PMDB), o “Raimundo Chicó”, como é conhecido na cidade. O município, de 10 mil habitantes, segundo o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), gastará o equivalente a R$ 233 mil ao mês com o objeto do contrato. A cidade está quase que 100% inundado pelas águas do rio Solimões,

No termo de contrato de serviço 020/2017, publicado no último dia 21, no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas, consta que além da coleta de lixo, serão prestados, ainda, serviços de podagem, manutenção de área de grama e mato verde, varrição de vias públicas com retirada de material, abrangendo nas zonas urbana e rural, mesmo com a cidade praticamente debaixo d´água.

Sete comunidades serão atendidas pelos serviços, conforme o resumo do contrato. São elas: Cuia, Cuinha, Cui Grande, Arixi, Novo Brasil, Mato Grosso e Grabriel. O contrato foi assinado pelo prefeito Raimundo Pinheiro da Silva e a modalidade licitatória adotada foi o pregão presencial.

Veneza do AM

Anamã ficou conhecida nos noticiários nacionais como “a Veneza do Amazonas”. Isso porque, a cidade, de pouco mais de dois mil quilômetros quadrados, tem sofrido com os efeitos da cheia, que acontece todos os anos no Amazonas. Recentemente, o município decretou situação de emergência em função do fenômeno e seus moradores têm utilizado canoas, no lugar de carros, como principal meio de transporte na localidade.

A equipe do Amazonas1 fez contato com a representação da Prefeitura de Anamã, em Manaus, a qual informou que intermediaria um contato com o prefeito da cidade, mas não obteve retorno até a conclusão da reportagem.  O site, também, entrou em contato com a empresa, mas as ligações não foram atendidas.

Administrando com liminar

Raimundo Chicó está no cargo de prefeito de Anamã graças a uma liminar obtida junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em março deste ano.  A diplomação dele foi barrada em janeiro pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) com base na Lei de Ficha Limpa, em um processo no qual ele havia sido cassado por abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2008. O TSE entendeu que o prefeito já havia cumprido a pena de inelegibilidade, que é de oito anos, e poderia assumir o cargo.

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading