Prefeitura de Itacoatiara deve garantir cuidados sanitários em feiras livres

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

10 de julho de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Prefeitura de Itacoatiara deve garantir cuidados sanitários em feiras livres

Prefeitura deve promover a demarcação entre as bancas da Feira do Peixe, respeitando o espaçamento de um metro entre as bancas

Prefeitura de Itacoatiara deve garantir cuidados sanitários em feiras livres
Foto: divulgação/MP

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) e a Defensoria Pública do Amazonas (DPE) expediram recomendação à Prefeitura de Itacoatiara para que adote providências em relação à prevenção e minimização da incidência de casos de covid-19 nas feiras livres da cidade.

A recomendação foi expedida nessa terça-feira, 26, e a prefeitura do município tem o prazo de 72 horas para atendê-la, sob pena de propositura de Ação Civil Pública.

Segundo o documento, a prefeitura deverá providenciar a organização e fiscalização do fluxo e número máximo de pessoas, principalmente da Feira do Produtor Rural (Centro) e da Feira do Peixe (Bairro Santo Antônio); instalar dispensadores de álcool em gel 70% e pias com material de higiene em pontos estratégicos das feiras.

Além disso, deve fazer a higienização necessária na Feira do Peixe, de seus galpões e pisos, com varrição, lavagem e retirada de entulho na área interna e externa, devendo a limpeza ser realizada diariamente.

Entre outras providências, os órgãos também sugeriram que a Secretaria do Meio Ambiente oriente os permissionários sobre noções de educação ambiental, em especial sobre o descarte adequado de lixo,

A Prefeitura Municipal deve promover a demarcação entre as bancas da Feira do Peixe, respeitando o espaçamento de um metro entre as bancas.

Também deve ser proibido qualquer tipo de degustação ou consumo de produtos no local.

Os feirantes também devem ser orientados a manter as unhas curtas, bem aparadas, sem esmalte e não usar adornos que possam acumular sujeira e micro-organismos, como anéis, alianças e relógios e também a não conversar, espirrar, tossir, cantar ou assoviar sobre os alimentos, superfícies ou utensílios, bem como lavar as mãos com frequência.

Vistorias

A recomendação foi feita após vistorias nas feiras do Produtor Rural, Feira do Bairro Jauary e Feira do Peixe, feitas no dia 21.

Os feirantes foram orientados quanto à necessidade de higienização, uso de máscara, distanciamento entre clientes, entre outras medidas a serem tomadas.

Foram encontradas irregularidades quanto à prevenção da covid-19 como falta de higienização, aglomeração de pessoas, falta de limitação de entrada e saída de pessoas, no caso da feira do Peixe e do Produtor- que são cobertas e funcionam em locais fechados.

Alguns alimentos, principalmente peixes, estavam acondicionados em locais inadequados.

 

(*) Com informações da assessoria

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias