US - R$ 3,76

×

Protestos e manifestações acontecem no interior do Amazonas

Profissionais e estudantes de Barcelos, Coari, Manacapuru e Parintins também aderiram ao ato nacional e realizaram manifestações na tarde de hoje

Professores, profissionais da área da educação, alunos de escolas públicas e universitários de cidades do interior do Amazonas também foram para ruas protestar e expor suas indignações sobre os cortes de verbas destinadas a educação no Brasil.

 

Em Parintins placas foram expostas nas ruas da cidade (Divulgação)

As cidades de Barcelos, Coari, Manacapuru e Parintins aderiram ao ato nacional e executaram manifestações simultaneamente na tarde desta quarta-feira (15). Assim como em Manaus, os manifestantes seguravam cartazes, placas e gritavam palavras de ordem contra a decisão do Presidente Bolsonaro em reduzir verbas para a educação.

Alunos do Ifam- Coari realizaram manifestação na Feira Alternativa (Divulgação)

Segundo o professor de Geografia do Ifam – Coari, George Reis, alguns dos alunos da turma de administração da instituição decidiram ir até a Feira Alternativa da cidade para protestar e chamar atenção dos moradores. “O objetivo dos alunos foi de fato chamar atenção e pedir ajuda dos moradores para que todos possam lutar juntos para que o Ifam não feche suas postas. Nossos alunos só pedem que a Instituição tenha condições financeiras para continuar com suas atividades na cidade”. Relatou o professor.

A Manifestação em Barcelos foi em frente a sede da Prefeitura (Divulgação)

As manifestações ocorreram em várias cidades do país e são contra o anúncio do congelamento de 30% das despesas não obrigatórias das universidades federais. Mas, o que revolta os professores e estudantes são as centenas de bolsas de mestrados e doutorados que foram canceladas e projetos educacionais que não poderão ser executados no próximo semestre deste ano, prejudicando assim muitas pessoas e suas carreiras profissionais.

Faça um comentário