Terceirizados: governo estuda soluções futuras, mas não revela detalhes

US - R$ 4,13

×

Terceirizados: governo estuda soluções futuras, mas não revela detalhes

Wilson Lima afirma que pagar os salários atrasados dos funcionários temporários da saúde diretamente a eles é uma medida paliativa e emergencial

Governador Wilson Lima na solenidade de posse de novos defensores públicos (Foto: Márcio Silva/Amazonas1)

Após o Governo do Estado ter se comprometido em pagar diretamente os salários dos servidores terceirizados da saúde como uma medida emergencial para evitar a greve que estava prevista para esta segunda-feira, 18, o governador Wilson Lima (PSC), em entrevista coletiva nesta segunda, na sede do governo, informou que está analisando uma solução a longo prazo, mas não revelou detalhes sobre a medida.

Segundo o governador, a decisão de pagar diretamente os servidores surgiu como alternativa para ter uma relação direta com os servidores, e posteriormente, poderá se tornar em algo definitivo. “Estudamos uma possibilidade para que o governo do Estado tenha essa relação direta com o servidor terceirizado. Mas isso é algo que estamos estudando e em outro momento a gente anuncia como é que isso efetivamente deve ser feito”, explicou.

Segurança Pública

Na mesma entrevista coletiva, Wilson Lima foi questionado sobre possíveis medidas para conter o aumento da criminalidade no Estado, como a possibilidade de solicitar ajuda federal para reforçar a segurança no Estado. Segundo o governador, a solução vai além da repressão dos crimes.

“A gente faz segurança pública no momento que você conjuga uma série de ações sociais de acesso a educação, da geração de emprego e renda, desenvolvimento. Nós conseguimos reduzir alguns números desde o início do ano até agora, como homicídios, latrocínios, roubos em ônibus. Também entregamos fuzis para as polícias milita e civil, entre outros aparatos para os agentes, mas o governo entende que é preciso fortalecer a rede de atendimento social a população”, respondeu.

Faça um comentário