TJ-AM envia mais de 500 computadores para comarcas no interior
27 de novembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

TJ-AM envia mais de 500 computadores para comarcas no interior

Com investimentos da ordem de aproximadamente R$ 3 milhões, o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) está renovando o parque de informática das unidades

TJ-AM envia mais de 500 computadores para comarcas no interior
Um total de 591 computadores, 900 monitores, além de 78 impressoras multifuncionais foram enviados ao interior. Foto: Raphael Alves/Asscom TJ-AM

As comarcas do interior do Amazonas estão sendo equipadas com a maior ação de repasse de implementos de computação novos empreendida pela Justiça Estadual, desde o último 8 de janeiro.

Com investimentos da ordem de aproximadamente R$ 3 milhões, o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) está repassando às unidades judiciárias do interior um total de 591 computadores, 900 monitores, além de 78 impressoras multifuncionais, estas últimas, já encaminhadas e instaladas em 2019.

O investimento, projetado e autorizado pelo presidente da Corte, desembargador Yedo Simões, será acrescido, ainda, do repasse de 209 computadores e 700 monitores para as unidades judiciárias da comarca de Manaus, perfazendo – capital e interior – um somatório total de 800 computadores e 1.600 monitores.

O investimento em hardware (implementos que compõem a parte física de um computador) contemplarão as comarcas do interior com o envio de sete computadores e 11 monitores para cada uma das Comarcas com Vara Única e com o envio de nove computadores e 13 monitores para as Comarcas com mais de uma Vara.

O presidente do TJ-AM, desembargador Yedo Simões, informou que os investimentos buscam aperfeiçoar o atendimento da Justiça Estadual em todos as localidades do Amazonas ao passo em que oferece melhores condições de trabalho para os servidores e magistrados.

“Hoje, em nosso tribunal e em nossas respectivas comarcas, 100% dos processos tramitam de forma digital e com esta ação, que não tem precedentes na história da Justiça Estadual, queremos incrementar nosso ‘parque tecnológico’ o que vai favorecer a agilização de nossas demandas”, apontou.

Yedo Simões acrescentou que os investimentos na aquisição e repasse de implementos de hardware (computadores, monitores e impressoras multifuncionais) soma-se a um projeto mais amplo que potencializou o acesso à internet nas comarcas.

“Com essa perspectiva, avançamos muito em tecnologia nos últimos dois anos, pois viabilizamos a contratação de links satelitais para o interior, o que aumentou ampliou a conectividades das comarcas, que tiveram o sinal de internet ampliado de 128/256 kbps para 1 mega”, informou o presidente da Corte.

Tecnologia

De acordo com a Divisão de Tecnologia e Comunicação do TJAM, além da disponibilidade de 1 mega para acesso à rede mundial de computadores e para acesso ao Sistema de Automação da Justiça (SAJ/Projudi), algumas Comarcas – como as de Coari, Tabatinga, Amaturá e São Gabriel da Cachoeira – passaram, recentemente, a usufruir de 10 megas disponíveis para conectividade, resultante de uma parceria firmada entre o TJ-AM e o SIPAM (Sistema de Proteção da Amazônia/GSAC).

A orientação da presidência do TJ-AM é que as comarcas recebem, já neste início de 2020, os equipamentos de informática e, para tanto, a Divisão de Tecnologia e a de Divisão de Patrimônio têm trabalhado de forma reforçada neste início de ano judiciário com esta finalidade.

A logística de repasse inclui, como etapas, a definição do número que equipamentos (por Comarca), o tombamento patrimonial destes, o acionamento da empresa transportadora devidamente contratada e, por fim, a entrega dos materiais nas comarcas.

A instalação dos equipamentos nas comarcas se dá pelos próprios servidores destas, algum com formação especializada no ramo, e em outras, com o suporte da equipe itinerante da Divisão de Tecnologia e Comunicação, que visita rotineiramente as diversas comarcas.

De acordo com a TI do Tribunal, os novos equipamentos adquiridos substituirão materiais defasados e poderão se somar àqueles cujo uso ainda atende as necessidades das unidades da Justiça.

 

(*) com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading