TRT é destaque em desempenho e informatização do Relatório Justiça em Números - Amazonas1
22 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

TRT é destaque em desempenho e informatização do Relatório Justiça em Números

O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região – Amazonas e Roraima (TRT11) ganhou destaque em indicadores de desempenho e informatização

TRT é destaque em desempenho e informatização do Relatório Justiça em Números
Sede do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região - AM/RR (TRT11) - (Foto: Divulgação)

O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região – Amazonas e Roraima (TRT11) ganhou destaque em indicadores de desempenho e informatização divulgados no Relatório Justiça em Números 2020 (ano-base 2019). A publicação é editada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e traz um retrato estatístico da realidade anual dos tribunais brasileiros, abrangendo tribunais estaduais, eleitorais, do trabalho, militares, federais e superiores.

Índice de Atendimento à Demanda (IAD)

O relatório apontou que o TRT11 é o Tribunal com o melhor índice de atendimento à demanda (IAD) da Justiça do Trabalho.  O índice reflete a capacidade de dar vazão ao volume de casos ingressados, indicando se o tribunal foi capaz de baixar o número de processos pelo menos no equivalente ao quantitativo de casos novos. O ideal é que esse indicador permaneça superior a 100% para evitar aumento dos casos pendentes.

A média da Justiça do Trabalho foi de 118,6%, enquanto o TRT11 alcançou o percentual de 160%. O indicador global no Poder Judiciário ficou em 117,1%.

Leia mais: Desembargadora Ormy Bentes é eleita presidente do TRT11

Taxa de congestionamento

O TRT11 também foi destacado pelo CNJ como o tribunal do trabalho com a menor taxa de congestionamento. O indicador avalia o percentual de processos que ficaram represados sem solução, comparativamente ao total tramitado no período de um ano. Quanto maior o índice, maior a dificuldade do tribunal em lidar com seu estoque de processos. O TRT11 possui uma taxa de congestionamento total de 34,9%, enquanto a média nacional ficou em 68,5%.

Informatização

Relatório Justiça em Números 2020 também destacou o nível de informatização dos tribunais, calculado considerando o total de casos novos ingressados eletronicamente em relação ao total de casos novos físicos e eletrônicos, desconsideradas as execuções judiciais iniciadas.

O TRT11 está entre os onze tribunais que se destacam positivamente por terem alcançado 100% de processos eletrônicos nos dois graus de jurisdição: TJAC, TJAL, TJAM, TJMS, TJPR, TJSE, TJTO, TRF4, TJMRS, STM, TRT10, TRT11, TRT13, TRT16, TRT18, TRT24, TRT7, TRT9.

Eficiência

Para o Desembargador Presidente do TRT11, Lairto José Veloso, os números retratam o compromisso de magistrados e servidores da Justiça do Trabalho da 11ª Região com a eficiência e a excelência na prestação jurisdicional. “A cada ano, o nosso Tribunal vem se destacando nos indicadores do relatório Justiça em Números, alcançando patamares elevados de produtividade, sendo referência em todo o país. Tudo isso, sem dúvida, é fruto do empenho, da colaboração, da competência e da dedicação da nossa força de trabalho, da qual muito nos orgulhamos. Os resultados alcançados nos motivam a aprimorar a qualidade da nossa prestação jurisdicional e levar a justiça do trabalho com a melhor qualidade possível a todos que dela necessitar”, frisou.

Confira mais destaques do relatório:

Índice de recorribilidade interna

O TRT 11 atingiu o menor índice de recorribilidade interna da Justiça do Trabalho, no 2º Grau.

Média da Justiça do Trabalho

1º Grau = 17,9%

2º Grau = 24,5%

TRT11

1º Grau = 12,2%,

2º Grau = 12,7%

Taxa de congestionamento nas fases de execução e conhecimento –  no 1º grau

O TRT11 alcançou a menor taxa de congestionamento na fase de execução da Justiça do Trabalho, na 1ª Instância.

Justiça do Trabalho (1º Grau)

Fase de Conhecimento = 35%

Fase de Execução = 73%

TRT11  (1º Grau)

Fase de conhecimento = 26%

Fase de Execução = 39%

 

Execuções fiscais pendentes (Total)

O TRT11 ficou com o segundo melhor total de execuções fiscais pendentes dos TRTs (870). O primeiro foi o TRT 21 com 792 processos pendentes.

 

Taxa de congestionamento na execução fiscal, por TRT

O Regional obteve a menor taxa de congestionamento na execução fiscal dos TRTs (56%)

A média na Justiça do Trabalho foi de 84%

Índice de produtividade dos magistrados (IPM) – na fase de execução (1º Grau)

O TRT11 alcançou o segundo maior (melhor) índice de produtividade de magistrados – IPM – na fase de execução, no 1º grau da Justiça do Trabalho, com 604. A média da Justiça do Trabalho foi de 342.

Índice de produtividade dos servidores (IPS) da área judiciária – na fase de execução (1º Grau)

O TRT11 ficou com o segundo maior (melhor) Índice de produtividade de servidores – IPS – na fase de execução, no 1º grau da Justiça do Trabalho, com 78. A média da Justiça do Trabalho ficou em 43.

Índice de conciliação total

O Regional obteve o quarto melhor índice de conciliação dos tribunais de pequeno porte, com 24,4%. A média da Justiça do Trabalho ficou em 22,8%.

Tempo médio de tramitação dos processos pendentes e baixados na fase de conhecimento – 1º grau

O TRT11 possui o segundo melhor tempo médio de tramitação processual na fase de conhecimento, no grupo do Porte Pequeno, tanto para processos baixados como para pendentes.

Justiça do Trabalho

Baixados (Tempo)  = 1 ano

Pendentes (Tempo) = 1 ano e 1 mês

TRT11

Baixados (Tempo)  = 6 meses

Pendentes (Tempo) = 7 meses

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading