CNN vira novo alvo de bolsonaristas durante protesto em Brasília
22 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

CNN vira novo alvo de bolsonaristas durante protesto em Brasília

As manifestações anti-democráticas tiveram mais ataques ao Congresso e ao STF; um churrasco também foi realizado.

CNN vira novo alvo de bolsonaristas durante protesto em Brasília
Reprodução: Forum/Foto: George Marques

Celebrada pelos seguidores do presidente Jair Bolsonaro quando anunciou a chegada no Brasil, a rede CNN virou nova inimiga dos bolsonaristas.

Em manifestação realizada neste sábado, 09, a emissora apareceu nos cartazes com a tag #CNNLixo.

Além dos já habituais ataques contra o Supremo Tribunal Federal e o Congresso Nacional, que seguem sendo permitidos pelo STF, e contra a Globo e ex-aliados como Sérgio Moro, Wilson Witzel e João Doria, a CNN Brasil virou novo alvo.

Em um cartaz que trazia uma hashtag dizendo que “Bolsonaro tem razão”, a Rede Globo e a CNN eram atacadas com as hashtagas #Globolixo e #CNNLixo.
Quem flagrou a cena foi o jornalista George Marques, que registrou, pelo Twitter, a manifestação.

A estreia da emissora no Brasil foi feita no dia 15 de março, data dos primeiros protestos de bolsonaristas durante o isolamento social, com uma entrevista do presidente.

Em 27 de fevereiro, o presidente deu a seguinte declaração:

“Está para ser inaugurada uma nova TV no Brasil, a CNN Brasil. Pelo que estou sabendo vai ser uma rede de televisão diferente aí da Globo”.

O rompimento parece ter acontecido após a polêmica entrevista da secretária Especial de Cultura, Regina Duarte.

Ela foi questionada pelos jornalistas da rede sobre a ditadura militar e deu um chilique quando exibiram uma pergunta de Maitê Proença.

Churrasco

George Marques ainda mostrou a cena de um churrasco sendo realizado dentro do protesto.

O presidente Jair Bolsonaro causou polêmica ao anunciar um a celebração com cerca de 3 mil pessoas neste sábado.

Depois, ele disse que o churrasco era fake.

Um tiro ao alvo com os rostos de Moro, Doria, Witzel, da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) e do ministro Alexandre de Moraes, do STF, também foi realizado.

 

(*) Com informações da Forum

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading