Jovem de 23 anos fatura R$ 6 mil enviando nudes; veja o vídeo

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

1 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Jovem de 23 anos fatura R$6 mil enviando nudes; veja o vídeo

A jovem vende 'nudes' como única fonte de renda e salienta que, em média, chega a tirar R$ 6 mil por mês com as fotografias íntimas

Jovem de 23 anos fatura R$6 mil enviando nudes; veja o vídeo
(Reprodução)

“Eu, particularmente, me considero uma mulher de negócios”, afirma Mayara Meyer, 23, paulista de Taubaté, que mora na região da Chapada dos Veadeiros, interior de Goiás.

A jovem vende ‘nudes’ como única fonte de renda e salienta que, em média, chega a tirar R$ 6 mil por mês com as fotografias íntimas. Às vezes, até mais.

A ideia de ganhar a vida com as fotos veio quando Mayara mudou-se para Goiás. “Vim para cá sem emprego. Em São Paulo, eu tinha um hotelzinho de cachorro voltado para o adestramento. A atividade não cabia muito aqui, pela falta de demanda”, conta ela ao Mais Goiás.

“Queria fazer algo que eu pudesse ser autônoma e com bastante tempo livre”, continua. Ela, então, se lembrou de uma amiga virtual que vendia fotos nua e decidiu tentar.

“Inicialmente, eu divulgava no Instagram. Logo na primeira semana, com fotos bem caseiras, já tive um bom retorno. E muito rápido”, diz. “Fui investindo. A cada mês que passa são mais fotos e mais clientes. E os números só aumentam”.

A foto avulsa, explicou ela ao Mais Goiás, sai por R$ 40. Entretanto, a opção mais popular, segundo a jovem, são os pacotes. “Tenho um pack de R$ 100 por cinco fotos, mais dois brindes; e tenho um pack completo de 50 arquivos por R$ 450”, destaca.

Veja algumas fotos:

Veja o vídeo:

(*) Com informações do Diário Online

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading