Ministério da Saúde descarta caso de coronavírus em Niterói

US - R$ 4,38

×

Ministério da Saúde descarta caso de coronavírus em Niterói

De acordo com o Ministério da Saúde, o paciente, no entanto, continuará sendo acompanhado. O homem estava sendo monitorado com suspeita de contaminação

Reprodução: gdia

O Ministério da Saúde informou, nesta segunda-feira, 27, que o caso de um paciente internado no Hospital Icaraí, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro, com suspeita de contaminação por coronavírus, não se enquadra na atual definição da Organização Mundial da Saúde (OMS) para o NCOV-2019 (o novo coronavírus).

 

Saiba mais: Coronavírus: mortos chegam a 80 na China; há casos confirmados em 14 países

Coronavírus: Itamaraty tenta contato com família de brasileiros nas Filipinas

Bebê de nove meses está entre os infectados pelo coronavírus

Coronavírus: aeroportos transmitem mensagem da Anvisa a partir de hoje

AM participa de webconferência do Ministério da Saúde sobre novo coronavírus

Ministério da Saúde afasta suspeita de casos de coronavírus no Brasil

Coronavírus pode ter sido disseminado por sopa de morcego

Total de mortos pelo coronavírus sobe para 25 na China

Suspeita de Coronavírus no Brasil, governo de MG investiga caso em BH

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, o paciente, no entanto, continuará sendo acompanhado. “Seguirá, portanto, o fluxo de procedimentos para influenza e, desta forma, estabelecer seu diagnóstico apropriado”, diz a nota.

A Fundação Municipal de Saúde, da Prefeitura de Niterói, informou que monitorava o homem com a suspeita de contaminação e que, de acordo com os protocolos, todas as medidas necessárias foram tomadas pelo município. “No momento, o paciente está estável”, informa a fundação.

Navio no Porto de Santos

Em comunicado publicado no domingo, 26, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que “não há quaisquer elementos que justifiquem preocupações” em relação ao navio KM Singapore, atracado no Porto de Santos. De acordo com a agência, informações que vêm sendo divulgadas em redes sociais relacionando o navio com o coronavírus são “especulações”.

“O navio não é procedente da China e fez suas últimas escalas em portos da África do Sul, Índia e Singapura. Não há qualquer tripulante doente, conforme atestaram a fiscalização da Anvisa que esteve a bordo e o próprio comandante da embarcação. O relatado uso de máscaras e luvas pelos tripulantes chineses deve-se às condições de trabalho exigidas, já que se trata de um navio que transporta grãos”, informou o posto portuário da Anvisa em Santos.

 

(*) Com informações da Agência Brasil 

Faça um comentário