Video - Programa do TST mostra a rotina dos motoboys contra o tempo - Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

18 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Video – Programa do TST mostra a rotina dos motoboys contra o tempo

A equipe do Programa Jornada viajou para a maior cidade do país, São Paulo, para conhecer a rotina frenética de um trabalhador que vive desafiando o relógio: o motoboy. Devido à rotina acelerada, a profissão possui índices alarmantes de acidentes. Dados de 2015 do Ministério da Saúde mostram que, em dez anos, o número de […]

Video – Programa do TST mostra a rotina dos motoboys contra o tempo
Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A equipe do Programa Jornada viajou para a maior cidade do país, São Paulo, para conhecer a rotina frenética de um trabalhador que vive desafiando o relógio: o motoboy. Devido à rotina acelerada, a profissão possui índices alarmantes de acidentes. Dados de 2015 do Ministério da Saúde mostram que, em dez anos, o número de mortes provocadas por motos aumentou 280%. São 12 mil vítimas por ano. A maior parte dos acidentes ocorre em cidades grandes. Vamos mostrar, em uma reportagem especial, os riscos da profissão e as normas trabalhistas previstas para aqueles que têm a motocicleta como instrumento de trabalho.

No quadro Saúde e Segurança no Trabalho, o assunto é labirintite. Quais os sintomas, como tratar e prevenir o problema? Ainda nesta edição: a Justiça do Trabalho venceu em três categorias o 1º Concurso Nacional de Decisões Judiciais em Direitos Humanos. E no quadro Trabalha Brasil vamos até Fortaleza (CE) conhecer a rotina de quem faz de tudo para arrancar gargalhadas do público: o humorista.

O Jornada é exibido pela TV Justiça às segundas-feiras, às 19h30, com reapresentações às terças-feiras às 7h, quartas-feiras, às 19h30 e quintas-feiras, às 7h. Todas as edições também podem ser assistidas pelo canal do TST no Youtube: www.youtube.com/tst.

Veja a íntegra da última edição:

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading