US - R$ 4,13

×

Aleam negociou melhor que o Governo? Josué Neto ameniza

"A Assembleia não é melhor nem pior do que ninguém, a gente apenas teve o foco e paciência", afirmou. Greve dos professores pode terminar nesta quinta

A greve dos professores pode terminar nesta quinta-feira, 23, após cinco semanas de paralisação, e há quem atribua o sucesso das negociações nesses momentos finais aos deputados que passaram a intermediar as conversas da categoria com o Governo do Estado. Mas o deputado Josué Neto tratou de amenizar essa ideia, durante coletiva na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nesta quarta-feira, 22.

Lembrando que as negociações iniciaram no Palácio do Governo, mas sem um resultado positivo por pelo menos duas semanas,  uma jornalista indagou o deputado Josué Neto, se esse fato significava que o poder executivo foi foi inábil para a negociação. “Como o senhor faz uma leitura sobre essa conquista de negociação, de dialogo da Aleam?”.

Josué Neto em coletiva na Aleam – foto: reprodução

Josué Neto respondeu que historicamente, os deputados são pessoas acostumadas aos fóruns, reuniões, a tentar sempre mediar, arbitrar, quando existe algum impasse. “A Assembléia não é melhor nem pior do que ninguém, a gente apenas teve o foco e a paciência de ficar aqui, todos esses dias, tratando com os professores”, declarou.

Neto concluiu ainda que receber os professores representa algo bom, porque a casa não pode se negar a receber servidores públicos importantes como da educação. “Nos ficaremos sempre felizes de recebe-los aqui, essa relação agora é bem mais forte do que era no passado”, complementou.

Também nesta quarta, foi entregue ao poder executivo, o documento onde constam os acordos registrados nos últimos dias, com pequenas alterações que havia sido enviado ao Palácio do Governo para aprovação. A matéria deve ser votada a partir das 9h, com presença massiva dos docentes.

Faça um comentário