Bolsonaro afirma que governo federal 'está sensível' à situação do AM - Amazonas1
24 de fevereiro de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  31oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Bolsonaro afirma que governo federal ‘está sensível’ à situação do AM

A declaração do presidente da República foi gravada pelo deputado federal Delegado Pablo (PSL) e postada em suas redes sociais

Bolsonaro afirma que governo federal ‘está sensível’ à situação do AM
Foto: reprodução Facebook

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou em um vídeo gravado ao lado do deputado federal Delegado Pablo, (PSL-AM), que o governo federal está atento à situação do Amazonas. Além disso, Bolsonaro afirmou que não deixará de enviar assistência ao Estado.

Leia mais: Bolsonaro admite interferência do Planalto em eleição para comando da Câmara

“Ao Amazonas, o governo federal está sensível para [sic] vocês, em nenhum momento deixamos de estender recursos a vocês e meios. E os problemas que acontecem, grande parte é gestão estadual e da prefeitura,” diz o presidente no vídeo compartilhado nas redes sociais do deputado Pablo, na quarta-feira (27).

“Mas de qualquer maneira, continuaremos atendendo o que for possível o coração do Brasil, que é a Amazônia”, completou Bolsonaro.

“A gente agradece, presidente! O povo do Amazonas está com o senhor!”, finaliza o deputado federal Delegado Pablo.

Na tarde desta quarta, o ministro Pazuello, responsável pelo Ministério da Saúde esteve em reunião com deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), para uma reunião, discutindo as questões da pandemia no Amazonas e recursos ao Estado.

Leia mais: Em Manaus, Pazuello se reúne com deputados para discutir cenário pandêmico do AM

Até agora, o Amazonas registra mais de 257.6 mil casos confirmados da covid-19 com 7,5 mil mortes pela doença.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading