Carijó e servidores da prefeitura viram ‘voluntários’ na campanha de Alfredo - Amazonas1
25 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Carijó e servidores da prefeitura viram ‘voluntários’ na campanha de Alfredo

O prefeito Arthur Neto também participou do bandeiraço e afirmou que a presença de servidores na campanha de Alfredo é um voluntariado

Carijó e servidores da prefeitura viram ‘voluntários’ na campanha de Alfredo
Foto: Márcio Silva - Portal Amazonas1

A campanha de Alfredo Nascimento (PL), além de contar com o apoio do prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB), também está sendo reforçada por secretários e servidores da Prefeitura de Manaus. De acordo com o secretário municipal de Articulação Política, Luís Alberto Carijó, ele e os demais servidores estão trabalhando como “voluntários”, refutando a suspeita de uso da máquina pública.

Eleições

A presença de Carijó e de servidores da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) foi notada pela reportagem do Portal AM1, na manhã deste sábado (17), durante bandeiraço no cruzamento da avenida Pedro Teixeira, com a rua Paxiúbas, no bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste de Manaus.

Arthur completa o apoio

Além deles, pouco tempo depois, o próprio prefeito chegou para participar do bandeiraço. Arthur disse que sua presença nas ruas, na campanha de Alfredo, é uma demonstração de força.

Momento em que o prefeito chega para reforçar bandeiraço de Alfredo Nascimento – Foto: Márcio Silva – Portal Amazonas1

“É a união de todos que estão com a ideia de que o Alfredo é o melhor para prosseguir, fazer avançar as vantagens que a gente conquistou para Manaus. Exige essa união. Essa é uma declaração de força grande. O Alfredo vem subindo (nas pesquisas). Eu acho que ele tem chances bem fundamentadas de aspirar o segundo turno”, destacou o prefeito.

Prefeito sustenta ideia do voluntariado na campanha

Arthur também afirmou que a presença de servidores da prefeitura na campanha de Alfredo é um voluntariado.

Leia mais: Gestão de Arthur Neto é reprovada por 61% dos manauaras

O prefeito iniciou sua resposta negando a suspeita de uso da máquina pública na campanha: “Não! Não estão trabalhando (os servidores). É como eu, que não estou trabalhando agora”. No momento de sua resposta Arthur foi interrompido por uma servidora, que disse: “A gente está aqui porque acredita que o trabalho bom tem que continuar”.

E Arthur continuou: “Você acha que essa moça está aqui obrigada? E mais. Obrigada com quê? Com um governo que tem 60 dias? Obrigada com meu governo que tem 60 dias? Essa é a hora que as pessoas têm de virar as costas para mim. Eu sou um político antigo, muito traquejado. Essa é a hora das pessoas que eu ajudei e fiz favor, virarem as costas para mim. Não é hora de ninguém ficar seguindo ordem minha. Se fosse um governo novo ou se o Alfredo fosse candidato à reeleição até que caberia você ter essa desconfiança. Mas, poxa, seguir obrigado um governo que tem 60 dias? Daqui a 60 dias não posso fazer nem bem, nem mal a ninguém”, justificou o prefeito de Manaus.

Fotos: Márcio Silva – Portal Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading