Com votação confusa, PT escolhe Sinésio como candidato à prefeitura

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

10 de julho de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Com votação confusa, PT escolhe Sinésio como candidato à Prefeitura

Escolha do candidato do PT foi marcada por muita confusão que terminou com a retirada de delegados e ameaça de impugnação

Com votação confusa, PT escolhe Sinésio como candidato à Prefeitura

O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), deputado estadual Sinésio Campos (PT) saiu na frente na prévia para as eleições municipais deste ano da sigla.

A escolha ocorreu em meio a uma sessão on-line conturbada, realizada nesta quarta-feira, 27.

“Espero o apoio e respaldo político-partidário para seguirmos em unidade na campanha eleitoral. Campanha que representa o resgate das ações do PT em Manaus e no Estado. Por isso ressalto a forma democrática de escolha do partido, em que prevalece o bom senso e a decisão da maioria dos membros. Agora é hora de unidade partidária e união para que possamos estar fortalecidos na campanha não só para Prefeitura, mas para eleger uma boa base de vereadores”, disse Sinésio Campos, por meio de assessoria.

Outro candidatos

Além do líder do PT no Amazonas, disputaram à escolha do partido o vereador Sassá da Construção Civil e o deputado federal José Ricardo.

Já os aliados deste último devem recorrer ao Diretório Nacional para anular a decisão.

A votação começou favorável ao candidato José Ricardo que obteve 21 votos; Sinésio 20 e Sassá 5.

Como nenhum candidato obteve mais de 50 % dos votos, está previsto no estatuto a realização do segundo turno, que foi realizado e encerrou com 25 votos a favor de Sinésio e dois para José Ricardo.

Ao todo, houve 19 abstenções de membros apoiadores de José Ricardo que saíram durante a sessão que acabou virando uma grande confusão.

O grupo alega que houve “atropelo” no estatuto do Partido.

“Não foi permitido a checagem de votos, dar esclarecimentos quanto ao funcionamento do segundo turno e apresentação de documentos. Atitudes que geraram a retirada de uma grande parte dos diretorianos que queriam cumprir o estatuto e que agora vão enviar o processo de escolha para Executiva Nacional, questionando a decisão”, afirma José Ricardo, por meio de assessoria.

 

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias