Contrato da Semcom suspeito de fraude é defendido por Arthur Neto - Amazonas1
25 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Contrato da Semcom suspeito de fraude é defendido por Arthur Neto

Tal acordo foi fechado com a empresa do jornalista Durango Duarte, assinado pela secretária municipal de Comunicação, Kellen Cristina Lopes

Contrato da Semcom suspeito de fraude é defendido por Arthur Neto
Foto: Márcio Silva - Portal Amazonas1

O contrato de R$ 19 milhões da Prefeitura de Manaus, que está sendo alvo de investigação do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), foi defendido pelo prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB). A licitação, que selou o acordo com a empresa Agência de Interatividade e Marketing Ltda., é suspeita de ter sido fraudada e o contrato de ter superfaturamento.

Eleições

Em declaração, nesta sexta-feira (16), Arthur defendeu o contrato que foi assinado para prestação de serviço de comunicação digital à Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom). A empresa contratada é do jornalista Durango Duarte, do qual o prefeito disse ser oposição.

Leia mais: Secretária de Comunicação de Arthur Neto é investigada por fraude de R$ 19 milhões

“O Durango Duarte é oposição a mim. Se ele ganhou é porque ganhou (o contrato). Ele vive lá do outro lado. Não tem nada a ver comigo aqui. Se ele ganhou, foi porque ele ganhou. O Ministério Público não pode declarar que é fraude uma coisa que ele está investigando. Então, eu acho que é normal. O Ministério Público é para isso. É para investigar, para apontar suas conclusões para o juiz e a palavra final fica com a Justiça. A Justiça que diz. Não dá para a gente dizer que ele (MP) investiga e ele condena. Não é nem justo que seja assim”, sustentou Arthur.

O chefe do Executivo Municipal ainda deixou no ar que podia ter tentado evitar esse contrato, por ter sido fechado com empresa de um opositor, Durango Duarte.

“Quanto ao Durango, não tenho nenhum interesse em ajudar o Durango. Tá contra mim, pô [sic] . Se eu fosse levar isso em conta, eu daria um jeito dele não estar. Se eu tivesse atitude parecida como a de alguns fracassados que existem por aí, eu ia impedir que ele entrasse, mas não. Ele ganhou porque ganhou. Tem lá seus méritos, tem seus deméritos. Tem coisas nele que eu gosto coisas que eu admiro e coisas que eu não gosto e não admiro”, acrescentou.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading