Deputados da Aleam divergem opiniões sobre adiamento das eleições municipais

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

10 de julho de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Deputados da Aleam divergem opiniões sobre adiamento das eleições municipais

Congresso Nacional ainda discute o novo dia para a realização das eleições municipais de 2020.

Deputados da Aleam divergem opiniões sobre adiamento das eleições municipais

Alguns deputados da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), ouvidos pelo Portal AM1, nessa terça-feira, 23, possuem opiniões diferentes sobre o adiamento das eleições municipais de 2020 para prefeito, vice-prefeito e vereador, em decorrência da pandemia de coronavírus.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/2020, aprovada pelo Senado, estabelece que o primeiro turno das eleições municipais seja adiado para 15 de novembro, e o segundo, para 29 de novembro. A PEC segue, agora, para Câmara dos Deputados.

Procurada pelo Portal AM1, a vice-presidente da Aleam, deputada Alessandra Campêlo (MDB) disse que é a favor do adiamento das eleições, todavia,  defende que os mandados de prefeitos e vereadores sejam mantidos até dezembro, sem prorrogação.

“Sou favorável que se adie as eleições, mas, que se mantenha os mandatos somente até 31 de dezembro, ou seja, sem prorrogação do mandato. Acho que tem que adiar eleição e o início da campanha também, acho que não tem que ter campanha prolongada. Jogar todas as datas para frente, na quantidade de dias que tiver o adiamento”, disse a parlamentar.

O deputado Saullo Vianna (PTB) mostrou, também, ser a favor do adiamento das eleições e apontou como ideal a data que havia sido sugerida pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Fernando Barroso, para as eleições ocorrerem até 20 de dezembro.

“Eu acho que é prudente e o melhor nesse momento é adiar as eleições, é prudente por conta da questão de saúde pública. Mas defendo que as eleições municipais sejam realizadas este ano, que não tenha prorrogação de mandato. Mas concordo que as eleições sejam adiadas, e que a data sugerida pelo TSE é a melhor data, realmente”, disse Vianna.

Líder do Governo na Casa Legislativa, a deputada Joana Darc  (PL), também é a favor do adiamento das eleições, levando em consideração a pandemia do novo coronavírus.

“Sou a favor do adiamento das eleições enquanto durar a pandemia. Uma vez que um pleito exige muito trabalho tanto de quem trabalha diretamente nas eleições quanto quem trabalha indiretamente. Além disso, o dia de votação pode causar aglomerações nas seções, por mais que sejam tomadas todas as medidas de segurança e sanitária preconizadas”, afirmou.

Contra

Assim como deputados a favor, também há aqueles que se posicionam contra o adiamento do pleito eleitoral de 2020, como é o caso do deputado Dermilson Chagas (Podemos). Segundo ele, tendo em vista a redução no número de mortos pelo coronavírus, a população já está se precavendo mais em relação à doença. O parlamentar afirma que não há necessidade de as eleições municipais serem adiadas.

“Eu acredito que não há necessidade ainda, nós estamos em junho e as eleições só são em outubro, como as eleições são 45 dias, ainda tem tempo de sobra para poder tomar uma decisão. Acho que com dois meses antes da eleição é um prazo suficiente para tomar essa decisão. Mas agora não, não vejo motivo”, afirmou.

O deputado Augusto Ferraz (DEM) disse que é necessário manter as eleições, porém, com todos os cuidados de prevenção ao novo coronavírus.

“Eu acho que nós temos que manter, com toda segurança, todo mundo já saindo para trabalhar, saindo para resolver seus problemas. Eu acho que nós não temos que empurrar com a barriga o que tem que ser resolvido agora, né. Nós temos que continuar com a data de 4 de outubro, com toda segurança, lógico, e, também com paciência. Eu sou contra a mudança”.

Pré-candidatos

Embora o dia exato das eleições municipais ainda esteja em discussão, Manaus já possui, até o momento, doze políticos que confirmaram sua pré-candidatura para disputar vaga na Prefeitura da capital, são eles: Alfredo Nascimento (PL), Amazonino Mendes (Podemos), Alberto Neto (Republicanos); Chico Preto (DC), Carol Braz (PTB), Davi Almeida (Avante); José Ricardo (PT), Josué Neto (PRTB); Marcos Rotta (DEM), Ricardo Nicolau (PSD); Romeiro Reis (Novo) e Conceição Sampaio (PSDB).

Veja mais: Disputa pela cadeira de Arthur Neto mobiliza pelo menos 12 pré-candidatos

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias