Deputados do AM já podem apresentar emendas à LDO do Estado

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

1 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Deputados do AM já podem apresentar emendas à LDO do Estado

O documento estabelece, ainda, que cada emenda deverá conter apenas um objeto e um beneficiário

Deputados do AM já podem apresentar emendas à LDO do Estado

O prazo para que os deputados estaduais do Amazonas apresentem emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) começou nesta quinta-feira, 18, após parecer favorável das comissões da Casa Legislativa. O documento foi enviado pelo Governo do Estado à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) no dia 29 de maio.

De acordo com o PL em tramitação na Casa Legislativa, “o maior impacto na arrecadação do Estado em 2020 será decorrente das repercussões da pandemia do novo coronavírus nas finanças públicas, que levou o Amazonas a declarar Estado de Calamidade Pública”.

Para este ano, era previsto um orçamento de R$ 18,9 bilhões. O referido montante caiu, no entanto, para R$ 17,4 bilhões devido à pandemia causada pelo novo coronavírus, que motivou o fechamento e suspensão de serviços presenciais e do comércio local.

Ainda de acordo com o documento, “o Projeto de Lei Orçamentária Anual disporá de recursos no limite de 1,2% da receita corrente líquida” prevista no PL encaminhado pelo Governo do Estado destinado às emendas parlamentares individuais conforme o que preconiza a Emenda Constitucional nº 101, de 5 de dezembro de 2018.

Além disso, as emendas parlamentares individuais ao Projeto de Lei Orçamentária Anual deverão guardar compatibilidade com a programação existente no Plano Plurianual (PPA) 2020-2023, em observância ao disposto no inciso 4º do artigo 157 da Constituição do Estado, conforme dispositivos da LDO.

O documento estabelece, ainda, que cada emenda deverá conter apenas um objeto e um beneficiário, além de que o recurso destinado para cada ação orçamentária, decorrente de emenda parlamentar individual, deverá ser de no mínimo, R$ 50 mil.

Segundo o artigo 64 da LDO, “as emendas parlamentares individuais destinarão no mínimo 12% do seu limite para os serviços públicos de saúde e 25% para os serviços públicos de educação”. O saldo restante, conforme o documento, fica a cargo de cada parlamentar para execução dos demais serviços públicos.

A Assembleia Legislativa deve, em até 30 dias após a confecção do autógrafo da Lei Orçamentária Anual, “encaminhar ao Órgão Central de Orçamento cópia das proposituras feitas pelos parlamentares, conforme o formulário adotado pela Casa Legislativa, referente às emendas parlamentares individuais”.

De acordo com o documento, após o recebimento, o Governo do Estado terá até 90 dias para encaminhar ao Poder Legislativo um relatório apontando todos os impedimentos de ordem técnica existentes nas emendas parlamentares individuais.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading