US - R$ 3,78

×

Eduardo Braga foi o único do AM a votar a favor do reajuste para o STF


Dos 41 votos que aprovaram o aumento dos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), um deles foi do senador Eduardo Braga (MDB), representante do Amazonas no Senado. A votação ocorreu na noite da última quarta-feira, 07. A decisão foi bastante criticada pelos internautas e ocupou o primeiro lugar nos Trending Topics, da rede social Twitter, com a hashtag #AumentoNão.

Único voto do AM a favor do reajuste foi do senador Eduardo Braga. (Foto: Reprodução) 

Nas redes sociais do senador, os amazonenses questionaram o voto do parlamentar. “Parabéns’ pelo papelão de hoje Senador! (Pra ser mais claro, estou sendo irônico). Lhe faltou coragem pra votar contra esse aumento?”, indagou um internauta. “Mostrando que não deveria ter sido reeleito, votar a favor do aumento do STF é troca de favores, é garantia que está protegido das investigações das denuncias de corrupção que pesam contra ele”, opinou outro. Até o momento, Braga não se manifestou, nas redes sociais, sobre o assunto. 

Já a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) votou contra o reajuste. “Eu creio que não é hora de nem o Parlamento, nem a Procuradoria, nem a magistratura, falarem em aumento nem sequer em reajuste salarial. Acho que é a parcela de contribuição que precisamos dar até que o nosso país supere esta, que é uma das mais graves crises econômicas, aliás, uma crise econômica que também se transformou numa crise social e numa crise institucional profunda”, disse. 

O senador Omar Aziz (PSD) não compareceu à votação. De acordo com a assessoria, a votação ocorreu de última hora e o parlamentar estava cumprindo outros compromissos da agenda.

O Projeto de Lei prevê o aumento dos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de R$ 33 mil para R$ 39 mil. 

Faça um comentário