'Eu acredito na Justiça', diz deputado Péricles sobre suspensão da CPI da Saúde
26 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

‘Eu acredito na Justiça’, diz deputado Péricles sobre suspensão da CPI da Saúde

Instaurada na Aleam em 14 de maio, a CPI tem como objetivo investigar gastos do Governo do Estado no setor da saúde do ano de 2011 até 2020.

‘Eu acredito na Justiça’, diz deputado Péricles sobre suspensão da CPI da Saúde
(Foto: Divulgação)

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, deputado Delegado Péricles (PSL), afirmou ao Amazonas1, nesta sexta-feira, 19, que já está trabalhando com sua equipe jurídica para apresentar manifestação à decisão judicial que suspendeu, provisoriamente, os trabalhos da comissão.

“A CPI da Saúde está suspensa em respeito à última decisão judicial. Eu e minha equipe jurídica temos trabalhado, para o quanto antes, apresentarmos nossa manifestação e voltarmos aos trabalhos de investigação. Tudo que está sendo feito é pela melhor prestação de serviço público de saúde à população. Eu acredito na justiça”, disse Péricles ao Amazonas1.

A CPI tem um prazo de 15 dias para apresentar defesa à decisão do desembargador Ernesto Anselmo Queiróz Chíxaro que, no último dia 16, suspendeu os trabalhos da comissão, em razão da sua composição não atender os requisitos previstos no Regimento Interno da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

O desembargador deferiu uma ação movida pelo deputado Felipe Souza (Patriotas) que alegou ter ocorrido ato supostamente ilegal praticado pelo presidente da Aleam, deputado Josué Neto (PRTB), na designação dos membros da CPI da Saúde.

A reportagem também tentou contato com o deputado Felipe Souza, porém, ele não atendeu às ligações.

CPI

Instaurada na Aleam em 14 de maio, a CPI tem como objetivo investigar gastos do Governo do Estado no setor da saúde do ano de 2011 até 2020.

Desde sua instauração, a investigação já foi motivo de diversos embates entre os parlamentares na Casa Legislativa. Além de Felipe Souza, os deputados Belarmino Lins, Mayara Pinheiro, Alvaro Campêlo, os três do PP, e a deputada Alessandra Campêlo (MDB), também já apresentaram ação contra a CPI da Saúde.

Depoimentos

Antes de ser suspensa, a comissão chegou a ouvir depoimento da ex-secretária executiva da Secretaria de Estado de Saúde, Daiana Meija; a gerente de compras Alcineide Figueiredo; a dona da empresa Sonoar, Luciane Andrade; o proprietário da loja de vinhos – FJAP – Fábio Passos; e Caio Henrique Faustino da Silva, coordenador da Gerência de Projetos da Susam.

Segundo a assessoria do deputado Delegado Péricles, se não tivesse sido suspensa, a comissão teria ouvido, nessa quinta-feira, 18, depoimento do ex-secretário executivo do Fundo Estadual de Saúde da Susam, Perseverando da Trindade Garcia Filho e do ex-titular da Susam, Rodrigo Tobias.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading