Governo afasta policial que agrediu jornalistas em pronunciamento de Carlos Almeida Filho - Amazonas1
3 de dezembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Governo afasta policial que agrediu jornalistas em pronunciamento de Carlos Almeida Filho

A agente faz parte da equipe de segurança do vice-governador e estava o acompanhando quando ele prestou esclarecimentos sobre as investigações no âmbito da Operação Sangria

Governo afasta policial que agrediu jornalistas em pronunciamento de Carlos Almeida Filho
Foto: Márcio Silva / Portal AM1

A sargento da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), Michele Welche Silva Lobo, foi afastada do cargo pelo governo do Estado, após agredir jornalistas nesta quarta-feira (28). A policial empurrou e arranhou três repórteres e um fotógrafo que acompanhavam o pronunciamento de Carlos Almeida, realizado no edifício Cristal Tower.

A agente faz parte da equipe de segurança do vice-governador e estava o acompanhando quando ele prestou esclarecimentos sobre as investigações no âmbito da Operação Sangria, da Polícia Federal.

Leia mais: Carlos Almeida se manifesta sobre ‘Operação Sangria’ e jornalistas são agredidos; veja vídeos

Almeida não quis falar com a imprensa e a sargento impediu os jornalistas de chegarem perto dele para fazer perguntas. Ela usou de truculência contra os profissionais. Uma das repórteres teve escoriações, com a pele da mão sendo arrancada.

Por meio de nota, divulgada no fim da tarde desta quarta-feira, o governo disse que vai apurar os fatos e adotar as medidas cabíveis.

Nota do governo

O Governo do Amazonas, por meio da Casa Militar, determinou o afastamento da sargento da Polícia Militar, Michele Welche Silva Lobo, que integra a equipe de segurança do vice-governador Carlos Almeida, e que se envolveu em agressão a uma jornalista durante encontro de Almeida com profissionais de imprensa, nesta quarta-feira (28/10).

A determinação é para que seja aberto processo administrativo para a devida apuração dos fatos e adoção de medidas cabíveis. O Governo do Amazonas ressalta que preza pela liberdade de imprensa e a correta postura dos seus servidores.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading