Hiram Nicolau apoia doação de 100% do fundo partidário para a saúde

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

5 de agosto de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

redacao@amazonas1.com.br

Hiram Nicolau apoia doação de 100% do fundo partidário para combate ao coronavírus

Diante da pandemia do novo coronavírus, o Covid-19, o vereador Hiran Nicolau afirmou que as eleições de 2020 não são prioridade

Hiram Nicolau apoia doação de 100% do fundo partidário para combate ao coronavírus
(Foto: Divulgação/ CMM)

O vereador Hiram Nicolau (PSD) divulgou um vídeo na manhã desta quinta-feira, 19, em que diz apoiar o destino de 100% da verba do fundo partidário para a saúde.

Apesar de ser Ano Eleitoral, diante da pandemia do novo coronavírus, o Covid-19, o parlamentar disse que “as eleições não são prioridade”. 

“Espero que o Congresso Nacional destine 100% das verbas dos fundos partidários para a saúde. Isso é o mais sensato, é o mais correto a ser feito”, afirmou o vereador. 

Ao Amazonas1, Nicolau afirmou que é contra o financiamento público em campanha eleitoral.

“Campanha eleitoral para mim não tem que ser bancada pelo povo, tem que ser bancada pelo próprio candidato, por quem quer se candidatar e que o candidato tenha liberdade de ir atrás de doadores, pessoas físicas ou jurídicas”, disse. 

Para o vereador, a crise na saúde que o Brasil enfrenta é uma oportunidade de corrigir esse formato de financiamento, que ele diz ser um erro.

Além disso, mesmo que as campanhas eleitorais sofram o impacto da falta de recursos, a saúde da população é o mais importante.

 

Propostas em andamento no Congresso

 

Na última quarta-feita, 19, os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Major Olímpio (PSL-SP) propuseram a utilização dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, conhecido como Fundão Eleitoral, e do Fundo Especial de Assistência Financeira aos Partidos Políticos, o Fundo Partidário, no combate ao coronavírus. 

Em janeiro, o presidente Jair Bolsonaro sancionou integralmente a Lei Orçamentária Anual de (LOA) de 2020, que inclui o fundo eleitoral de R$ 2 bilhões para financiar as campanhas dos candidatos nas eleições municipais de outubro.

Além disso, as siglas ainda contam com mais R$ 1 bilhão do Fundo Partidário para as despesas com atividades das legendas.

O montante garantido pelo Congresso é distribuído de acordo com o tamanho das bancadas.

O líder da minoria no Senado, Randolfe Rodrigues disse que assinou o projeto de lei, nesta quarta- feira, para permitir que os partidos destinem o dinheiro dos dois fundos nos casos de emergência nacional, como a pandemia de Covid-19.   

Já o líder do PSL, senador Major Olímpio, quer repassar o valor de R$ 2,5 bilhões dos fundos para o combate ao coronavírus.

Para isso, ele apresentou emenda à Medida Provisória de enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da doença (MP 924/2020).

 

Câmara 

 

Além das propostas no Senado, seis deputados federais ligados ao Renova BR, instituição de formação política criado em 2017, protocolaram na última terça-feira, 17, na Câmara dos Deputados um projeto de lei que permite que partidos políticos contribuam com ações de prevenção e combate ao coronavírus por meio da doação de valores dos fundos partidários e eleitoral.

Orçado em R$ 2 bilhões, o fundo eleitoral concentra verbas repassadas pelo Tesouro para serem usadas em candidaturas nas eleições municipais.

 

(*) Com informações da Agência Senado e Época

 

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading