Irmão do deputado Sinésio Campos é mais uma vítima da covid-19 - Amazonas1
24 de fevereiro de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  31oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Irmão do deputado Sinésio Campos é mais uma vítima da covid-19

Cesar Campos é o segundo irmão de um deputado da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) a falecer, nesta semana, por conta da covid-19

Irmão do deputado Sinésio Campos é mais uma vítima da covid-19
Foto: Divulgação

O deputado Sinésio Campos (PT) perdeu o irmão Cesar da Silva Campos, de 64 anos, para a covid-19. Cesar era construtor civil e natural de Santarém, no Estado do Pará, faleceu na noite de dessa terça-feira (19). Nas redes sociais, Sinésio lamentou a perda do irmão.

“Com imenso pesar comunico o falecimento do meu irmão Cesar Campos, na noite desta terça-feira. Construtor Civil, aos 64 anos, Cesar Campos descansou no senhor. Que Deus possa confortar nossos corações nesse momento de dor e perda. Combateu o bom combate, completou a carreira e guardou a fé”, declarou o deputado.

Cesar Campos é o segundo irmão de um deputado da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) a falecer, nesta semana, por conta da covid-19. Na segunda-feira (18), Andre Campêlo, irmão da deputada Alessandra Campêlo (MDB), morreu por conta de sequelas da doença.

Leia mais: Irmão da deputada Alessandra Campêlo morre de covid-19

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), emitiu nota de pesar pela morte de Cesar Campos. Ele também lamentou o falecimento da servidora da Secretaria Municipal de Educação (Semed) Elizabete Cavalcante de Azevedo Cruz, 63 anos; e do capitão da Polícia Militar do Amazonas, Heraldo Richardson Marques Ayres Teixeira, 52 anos.

“Lamento profundamente essas três perdas irreparáveis. São mais três famílias enlutadas por quem eu manifesto minha solidariedade em nome de todos os servidores da Prefeitura de Manaus e estendo às demais famílias manauaras que estão passando por essa dor pela partida de um ente querido. Já demos o primeiro passo para a imunização da população, mas precisamos, ainda, continuar com as medidas de prevenção para barrar a transmissão do vírus”, disse o prefeito David Almeida.

Elizabete era servidora da Semed há 18 anos, foi chefe da Divisão Distrital Oeste e atualmente estava na assessoria pedagógica do Departamento de Gestão Educacional. Ela faleceu nesta quarta-feira, 20/01, e deixa marido, uma filha e um neto.

Heraldo, que nasceu em Manaus e serviu à sociedade por meio da Polícia Militar, também veio a óbito nesta quarta-feira, era casado e deixa dois filhos e cinco netos.

 

(*) Com informações de assessorias

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading