Notebook com informações da 'CPI da Saúde' é furtado, afirma deputado - Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

12 de agosto de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

redacao@amazonas1.com.br

Notebook com informações da ‘CPI da Saúde’ é furtado, afirma deputado

O equipamento foi furtado de dentro do carro da assessora jurídica de Fausto Jr.

Notebook com informações da ‘CPI da Saúde’ é furtado, afirma deputado
Foto: Carlos Bolívar - Portal Amazonas1

Em pronunciamento na sessão virtual da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nesta quinta-feira, 02, o deputado Fausto Júnior (PRTB), afirmou que o notebook de sua assessoria jurídica, o qual possui informações sobre a CPI da Saúde, foi furtado nesta manhã.

Segundo o parlamentar, que é relator da comissão, o relatório dos trabalhos desenvolvidos pela CPI da Saúde desde o dia 14 de maio, quando foi instalada na Casa Legislativa, está sendo feito com auxílio da assessoria jurídica do deputado, em razão da CPI não gerar custos.

“A minha assessora jurídica que me acompanha durante as sessões da CPI acabou de ter o notebook furtado misteriosamente. Entraram no carro dela, não quebraram um vidro sequer, de forma altamente habilidosa. Tinham outras coisas de valor dentro do carro e levaram apenas o seu notebook”, afirmou Fausto Júnior, acrescentando que o caso possivelmente seja um “crime político”.

“Se for crime político, àqueles que tenham roubado o notebook, eu tenho backup, não adianta não vai parar o relatório da CPI da Saúde por causa desse crime político, que aconteceu no âmbito da minha assessoria. Isso é um absurdo, é uma comprovação de desespero, se assim for comprovado”, assegurou o parlamentar.

O deputado pediu, ainda, que a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) acompanhe o caso e dê uma solução para o que ocorreu à sua assessora jurídica, além de afirmar que a CPI vai continuar agindo “doa a quem doer”.

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading