Sobre a presidência da Aleam, Belarmino espera por uma ‘rajada de vento’ a seu favor - Amazonas1
26 de novembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Sobre a presidência da Aleam, Belarmino espera por uma ‘rajada de vento’ a seu favor

Deputados já começaram a discutir a eleição para novo presidente da Assembleia e demais membros da Mesa Diretora

Sobre a presidência da Aleam, Belarmino espera por uma ‘rajada de vento’ a seu favor
Foto: Márcio Silva - Portal Amazonas1

A eleição para escolha do novo presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) e demais membros da Mesa Diretora está prevista para o dia 17 de dezembro e parlamentares já discutem esse processo. O deputado Belarmino Lins (PP) afirmou esperar que os ventos soprem a seu favor, a fim de retornar à presidência do Legislativo Estadual.

Belão, como é conhecido no meio político, esclareceu que todos os 24 deputados podem manifestar desejo de ser presidente da Aleam, porém, que ninguém pode ser candidato de si mesmo. Para ele, a escolha depende que os ventos soprem na direção de alguém que tenha interação, confiança, segurança e aceitação dos demais colegas no parlamento.

“De vez em quando, eu percebo uma rajada de vento (a meu favor). Essas rajadas de vento nascem dependendo da temperatura do tempo. Elas podem vir a favor, podem vir contra. Tomara que as rajadas de vento venham a favor e não contra”, declarou Belarmino.

Leia mais: Wilson e deputados estão alinhados em não adiantar eleição do novo presidente da Aleam

O deputado fez o comentário durante coletiva de imprensa realizada na sede do governo, nesta quinta-feira (19), para o anúncio de Wilson Lima (PSC) sobre adiantamento dos salários dos servidores no mês de dezembro e também o pagamento do 13º.

Discussões abertas

Além de Belarmino, outros parlamentares marcaram presença na coletiva. O deputado Saullo Vianna (PTB) também comentou sobre a eleição para escolha do novo presidente da Aleam. Ele confirmou que as discussões iniciaram sobre essa eleição e que tem pretensão de ser candidato a presidente.

“Já existem algumas conversas em relação à questão da eleição da Mesa Diretora. Inclusive, a eleição está marcada para o dia 17 de dezembro. Essa eleição é construída através do diálogo. Claro que os 24 deputados têm vontade de ser presidente, não é diferente comigo, mas isso é construído através do diálogo e composições”, informou.

A deputada Alessandra Campêlo (MDB), atual vice-presidente da Aleam, preferiu dizer que ainda não está focada na eleição para a Mesa Diretora. Ela confirmou que existem alguns colegas já debatendo o assunto, entretanto, ela só vai voltar sua atenção para isso em dezembro, quando a eleição estiver mais próxima.

Leia mais: Wilson Lima anuncia data do pagamento do 13° e antecipação dos salários de servidores

“A prioridade é discutir a Lei Orçamentária, eu não estou focada nisso (eleição na Aleam). É claro que há conversas, sempre. Acho que os 24 (deputados) têm o direito de pleitear e capacidade de administrar a Assembleia”, declarou Campêlo.

‘Não quero briga’

O governador Wilson Lima também se manifestou sobre a eleição na Aleam. Ele ressaltou que os deputados têm independência para definir o escolhido, porém, ele espera por alguém que esteja mais alinhado em resolver os problemas da população.

“É importante destacar a independência dos Poderes, mas a gente tem de andar harmonicamente, se não as coisas acabam não evoluindo. Hoje está muito complicado. Infelizmente, há pessoas que olham apenas para seus próprios interesses e esquecem de fazer a construção para resolver os problemas da população”, iniciou.

O pedido do governador é por conta da dificuldade que existe na relação entre Wilson com o atual presidente da Aleam, o deputado Josué Neto (PRTB). Para ele, Josué e outros deputados de oposição só estão preocupados em brigar, criticar e atacar, no lugar de discutirem soluções para o Estado.

“Eu não estou disposto a ocupar meu tempo brigando.  Não vou fazer isso. Eu fui eleito para outra função: governar o Estado do Amazonas. Enquanto tem duas ou três pessoas me criticando, tem uma população de 4 milhões que espera as ações do governo do Estado e espera, também, dessas pessoas que estão criticando e que ao longo de suas vidas públicas só se ocuparam em criticar. Enquanto a caravana passa, os cães ladram”, disparou Wilson Lima.

Wilson acompanhado de sua base governista na Aleam durante coletiva nesta quinta-feira

Wilson acompanhado de membros da sua base governista na Aleam durante coletiva, nesta quinta-feira (19) Foto: Márcio Silva – Portal Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading