'Vamos derrubar esse veto', diz Silas Câmara sobre auxílio a pescadores
A + A -

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

4 de junho de 2020
Site auditado pelo

Redes Sociais

[email protected]

‘Vamos derrubar esse veto’, diz Silas Câmara sobre auxílio a pescadores

O deputado federal participou da sessão plenária on-line realizada nesta segunda, na qual esclareceu que o veto aos pescadores será derrubado no Congresso

‘Vamos derrubar esse veto’, diz Silas Câmara sobre auxílio a pescadores

Durante o pequeno expediente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), desta segunda-feira, 18, o deputado federal Silas Câmara (PR), participou da sessão on-line, e, durante as indagações, Silas respondeu como os pescadores tiveram auxílio vetado e o que será feito para tentar contornar a situação.

“Em relação aos pescadores, houve um problema que nós estamos discutindo e debatendo com o governo federal, a ajuda emergencial é em março, abril e maio, inicialmente. Poderá depois ser prorrogada para junho e julho. Março é o último mês que os pescadores recebem o ‘seguro-defeso’ que eles recebem entre dezembro janeiro, fevereiro e março. Nisso houve ali um entendimento de que eles estariam contemplados”, respondeu o deputado federal à vereadora Mirtes Salles (PR).

Silas Câmara continuou explicando como o Partido Republicano pretende tentar abortar o veto ainda em votação pelo Congresso.

“O que nós estamos fazendo para resolver o problema dos pescadores? O Republicanos vai fazer um destaque do veto apenas dos pescadores, vamos se Deus quiser resolver esse problema na votação de vetos e vamos derrubar esse veto que prejudica nossos irmãos pescadores que somam mais de 130 mil”, finalizou o parlamentar.

Na Câmara, o deputado é presidente da frente evangélica e o principal representante do Amazonas dessa bancada no Congresso. Além disso, por ser apoiador declarado do presidente, Silas é aliado de primeira ordem de Jair Bolsonaro.

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias