Futura mãe de criança especial, Joana Darc quer o retorno da Seped - Amazonas1
5 de dezembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Futura mãe de criança especial, Joana Darc quer o retorno da Seped

Wilson Lima respondeu ao pedido da sua líder de governo, afirmando que vai analisar a retomada da secretaria

Futura mãe de criança especial, Joana Darc quer o retorno da Seped
Foto: Márcio Silva - Portal Amazonas1

À espera do seu primeiro filho, já diagnósticado com Sindrome de Down, a deputada Joana Darc (PL), não perdeu a chance de cobrar do governador Wilson Lima (PSC) a volta do status da Secretaria de Estado da pasta da Pessoa com Deficiência. A Seped atualmente está aglutinada na Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc).

Joana é a líder de Wilson na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Eleições

A “cobrança” ocorreu nesta quinta-feira (22), durante a solenidade que regulamentou a criação da Carteira de Identificação para a Pessoa com Deficiência no Amazonas.

Joana Darc fez um discurso emocionado no evento, falando que vai defender com mais afinco a causa da pessoa com deficiência, principalmente, a partir de agora que terá um filho diagnosticado com síndrome de down. Ela aproveitou a oportunidade para pedir o retorno da Seped.

A Seped foi extinta há um ano pelo governo do Estado, como medida de redução de despesas.

Wilson Lima respondeu ao pedido da sua líder de governo, afirmando que vai analisar a retomada do status da pasta.

“O Estado do Amazonas teve que fazer uma readequação em toda a sua estrutura para que a gente pudesse colocar isso dentro do nosso orçamento. Mas é algo que a gente estuda no futuro a possibilidade de voltar a secretaria (Seped). Vai depender muito de como a economia vai se comportar para o ano de 2021”, pontuou o governador.

Leia mais: Wilson diz só receber ataques de Arthur no lugar de soluções contra covid-19

Wilson destacou que, mesmo com a Seped extinta, o Estado não deixou de avançar nas políticas para as pessoas com deficiência.

“Em nenhum momento o Estado deixou de garantir a assistência para essas pessoas com deficiência. Hoje nós demos um passo importante que é o lançamento da carteirinha, já temos, inclusive, um fomento na ordem de 5,5 milhões, que é para a que a gente possa lançar o edital em dezembro e, para em janeiro, a gente possa começar a comtemplar as instituições”, disse Lima.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading