US - R$ 4,17

×

‘Zé Ricardo será próximo prefeito de Manaus’, crava Gleisi Hoffmann

A caravana Lula Livre, passa por Manaus nesta quinta-feira, 23, com a atual presidente nacional do PT e deputada federal, e de Fernando Haddad.

A presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, disse que o próximo prefeito de Manaus será José Ricardo (PT). A declaração foi dada durante um evento aberto da caravana Lula Livre no campus da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), que passa por Manaus, nesta quinta-feira,23. No palanque, Gleisi cumprimentou Zé Ricardo, mencionando-o como futuro prefeito de Manaus, agitando os estudantes.

Apesar da afirmação convicta, Gleisi disse depois com exclusividade ao Amazonas1 que o PT ainda está discutindo o nome que vai encabeçar a chapa petista para concorrer à Prefeitura de Manaus, mas rasgou elogios a Zé Ricardo e o colocou como favorito. “Zé Ricardo já foi nosso candidato à governador e a prefeito, é bem preparado e nos dá muito orgulho. Tenho certeza que se for candidato aqui, vem muito forte e caso ganhe, será um excelente prefeito”, finalizou.

Gleisi Hoffmann e Zé Ricardo em evento do PT na Ufam – foto: Gabriel Ricardo

Fernando Haddad corroborou as palavras de Gleisi Hoffmann afirmando que o PT deve disputar as eleições municipais em 2020. Sem citar nomes, Haddad afirmou que o PT possui um “candidato competitivo” e que conquistar a prefeitura de Manaus seria de grande relevância para o partido. “Já está na hora do PT voltar a disputar com chances [de ganhar] uma prefeitura tão importante quanto Manaus”, declarou.

Homem da Kombi

O gaúcho José Ricardo Wendling, mais conhecido no meio político como Zé Ricardo, tem 54 anos, é um economista de formação e em Manaus, ficou popular como o “Homem da Kombi”, porque fazia seus discursos em cima de uma Kombi, na avenida Constantino Nery, ao lado do Terminal 1. Já foi vereador de Manaus e deputado estadual, e na última eleição de 2018 foi eleito deputado federal mais votado do Amazonas com 197.266 votos, e garantiu a única vaga da coligação PT/PCdoB na Câmara.

 

Faça um comentário