'Minha Casa, Minha Vida' impulsiona mercado e setor imobiliário lucra em 2019

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

29 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

‘Minha Casa, Minha Vida’ impulsiona mercado e setor imobiliário lucra

Sindicato da Indústria da Construção Civil no Amazonas (Sinduscon-AM) aponta que o crescimento se dá devido à retomada da confiabilidade no mercado.

‘Minha Casa, Minha Vida’ impulsiona mercado e setor imobiliário lucra
A Caixa Econômica Federal retomou obras de 15 mil unidades do programa Minha Casa, Minha Vida, que estavam paralisadas e aqueceu o mercado. (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

O mercado imobiliário, em Manaus, tem expectativa de faturamento de R$ 930 milhões, em 2019, cujo aumento é de 55%, em relação ao ano de 2018, onde o setor arrecadou R$ 603 milhões.

O presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Amazonas (Sinduscon-AM), Frank Souza, disse que o crescimento se dá devido à retomada da confiabilidade no mercado pelo empresário e pelo consumidor.

A pesquisa também aponta que, em média, 85% dos imóveis foram adquiridos pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”, e os outros 15 %, por consumidores de classe média. A maioria dos empreendimentos vendidos em 2019 é residencial.

“A perspectiva é que o ano de 2019 encerre muito melhor do que 2018, o que já vem acontecendo no setor. Temos tido, a nível nacional, um aumento em geração de emprego assim como uma melhora nas vendas e isso se deu por conta de alguns fatores que consequentemente levam ao aumento do PIB (Produto Interno Bruto)”, explicou Souza.

O presidente do Sindicato também atribuiu o aquecimento da construção civil à queda dos juros no mercado financeiro e a programas de recuperação de crédito.

“A saída de uma base de juros de 14,2%, em 2016, para 5%, atualmente, podendo chegar a 4,5%, torna o crédito mais barato. Isso faz com que aumente ainda mais as vendas e o interesse para quem mora de aluguel em comprar o próprio imóvel, retomando o crescimento para a construção civil para o ano de 2020, que deve superar o ano de 2019 em mais de 30%”, ressaltou o Sinduscon-AM.

Empregos

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil, Montagem e Manutenção Industrial do Amazonas (Sintracomec), vereador Sassá da Construção Civil (PT), no ano de 2019 houve um aumento significativo na contratação do segmento.

“Foram gerados quase 6 mil empregos no ano de 2019. Isso é muito bom porque em 2018 houve uma baixa muito grande. Mesmo após a Reforma Trabalhista, onde o trabalhador perdeu muito, através da nossa convenção, ele tem direito à cesta básica, horas extras, e está satisfeito. Temos expectativa que a geração de emprego aumente em 2020”, explicou Sassá.

O vereador ainda disse que o Sintracomec tem atuado nas fiscalizações das obras e que, na maioria delas, o trabalhador está protegido com equipamentos de segurança.

“Tem diminuído bastante o número de acidentes na construção civil. O problema está nas obras clandestinas, que após a extinção do Ministério do Trabalho, essa fiscalização está somente com o Sintracomec. Apesar disso, seguimos atuantes”, informou o presidente do sindicato.

O vereador destacou algumas ações que realizou ao longo de 2019, como a elaboração de projetos para revitalização de vias e escolas e na construção de novas obras, projetos que podem contribuir para a continuidade da geração de emprego no setor.

 

(*) Agência Am1 e Grupo Diário

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading