Polo Industrial de Manaus coloca 40 mil funcionários em férias coletivas
29 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  32oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Polo Industrial de Manaus coloca 40 mil funcionários em férias coletivas

A Zona Franca emprega cerca de 82 mil trabalhadores, dos quais 16 mil são sindicalizados, segundo o sindicato.

Polo Industrial de Manaus coloca 40 mil funcionários em férias coletivas
A Zona Franca de Manaus fatura R$ 90 bilhões por ano. Foto: Suframa

As empresas da Zona Franca de Manaus concederam férias coletivas para quase 40 mil funcionários e demitiram outros 350 trabalhadores desde o início das medidas restritivas para conter o novo coronavírus. As informações e os dados são do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos do Amazonas, Valdemir de Souza Santana.

Leia mais em: Amazonas chega a 200 infectados pelo novo coronavírus

O Presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (CIEAM), Wilson Périco, confirmou que várias empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) estão em férias coletivas e afirmou que nenhum trabalhador foi demitido por conta da pandemia.

“Todas as empresas já haviam deixado as pessoas do grupo de risco em casa. Anunciaram férias coletivas todas do polo relojoeiro, as duas maiores do polo de duas rodas e as maiores do eletroeletrônico. Outras empresas estão com paralisação parcial por falta de insumos/componentes da China. Não temos informação de nenhuma demissão, até o momento, por conta da pandemia”, disse Périco.

A Zona Franca emprega cerca de 82 mil trabalhadores, dos quais 16 mil são sindicalizados, segundo o sindicato.

As empresas Samsung, a Yamaha, a Honda e a Gree estão em férias coletivas até dia 12 de abril, segundo a assessoria de comunicação das empresas, nenhum funcionário foi demitido nesse período de pandemia.

Leia mais em: Wilson Lima mantém fechamento do comércio e suspensão das aulas

Favorável às medidas restritivas, Santana, disse que, “em primeiro lugar, está a saúde do trabalhador. Os cientistas têm mais conhecimento. Ou só uma pessoa que está certa no mundo?”, disse, em alusão a Bolsonaro.

O Amazonas1 tentou contato com o superintendente da Zona Franca, o coronel Alfredo Menezes, e com a assessoria de comunicação da Suframa, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

Leia mais em: Pagamento do funcionalismo pode ser afetado, diz Wilson Lima

(*) Com informações da Folhapress

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading