Candidatos a prefeito de Manaus já têm mais de R$ 13 milhões para gastar na campanha - Amazonas1
2 de dezembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Candidatos a prefeito de Manaus já têm mais de R$ 13 milhões para gastar na campanha

O ex-governador Amazonino Mendes é quem mais gastou até agora com a campanha eleitoral

Candidatos a prefeito de Manaus já têm mais de R$ 13 milhões para gastar na campanha
Fotos: Márcio Silva/Portal AM1

Os 11 candidatos à Prefeitura de Manaus já somam mais de R$ 13 milhões para gastar na campanha eleitoral. Esse número ainda deve crescer, levando em consideração que cada um pode gastar até R$ 10,2 milhões neste primeiro turno.

Eleições

O candidato Alfredo Nascimento (PL) é até o momento o que tem a maior receita para investir na sua campanha, um total de R$ 6 milhões repassados pela Direção Nacional do Partido Liberal. Alfredo gastou apenas R$ 143 mil, de acordo com o Portal DivulgaCand de 2020, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Leia mais: Direção Nacional do Podemos turbina campanha de Amazonino com R$ 2 milhões

Amazonino Mendes (Podemos) é o segundo com mais recursos, tendo R$ 3,4 milhões em caixa, que foram repassados pelas Direções Nacional, Municipal e Estadual do Podemos. O ex-governador é quem mais gastou até agora com a campanha eleitoral, com despesas que ultrapassam os R$ 2,2 milhões.

Leia mais: Ricardo Nicolau ganha ‘agrado’ de R$ 500 mil do irmão para gastos na campanha

Outro candidato que já tem receita que chega na casa dos milhões é José Ricardo (PT). Ele conta com R$ 1,3 milhão de receita, em recursos repassados pelo PT. O ‘homem da Kombi’ gastou até o momento R$ 665,4 mil.

Gastos além da conta

Ricardo Nicolau (PSD) e David Almeida (Avante) têm gastos de campanha superior ao que possuem em caixa. Nicolau gastou R$ 1,6 milhão, sendo que ele possui em caixa até o momento R$ 959 mil.

David Almeida também está gastando além da conta. O ex-deputado possui R$ 720 mil de receita, mas já gastou R$ 800 mil.

Poucos gastos

O deputado federal Alberto Neto (Republicanos), apesar de ter mais de R$ 595,5 mil em caixa, ainda está tímido nos gastos, com despesas que somam R$ 188,9 mil. Romero Reis (Novo), o candidato a prefeito mais rico do país nestas eleições com R$ 25,5 milhões em bens, só tem R$ 101,7 mil disponível para gastar na campanha. Até o momento, o empresário tem R$ 73,5 mil em despesas.

Coronel Menezes (Patriota), o “careca” do presidente Jair Bolsonaro, parece estar se sustentado mesmo na imagem do seu padrinho político, pois até o momento só recebeu R$ 56,6 mil para custear suas despesas. O candidato gastou apenas R$ 739,91.

Os menos afortunados

Chico Preto (DC) com receita de apenas R$ 10 mil, ainda não tem gastos registrados. Assim como o candidato Gilberto Vasconcelos (PSTU), que tem R$ 7 mil em caixa. Marcelo Amil (PCdoB) é o único que não tem informações referentes a gastos ou a recursos disponíveis para sua campanha.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading