Após 44 anos, Renato Aragão deixa Globo -Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

12 de julho de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Após 44 anos, Renato Aragão deixa Globo

Segundo Aragão, o contrato é uma "coisa simbólica" e ele deve seguir fazendo trabalhos pontuais na emissora

Após 44 anos, Renato Aragão deixa Globo
Reprodução: Gauchazh

O contrato de Renato Aragão com a Globo se encerra nesta terça-feira,30. Assim como ocorreu com outros artistas veteranos – como Aguinaldo Silva, Miguel Falabella, Vera Fisher, José de Abreu e Zeca Camargo -, a emissora já o comunicou que não terá renovação.

O ator e humorista trabalhou na Globo por 44 anos, porém, não leva mágoas pelo fim do trabalho lá. O criador do personagem “Didi Mocó” diz que não para nunca e que esta é só mais uma etapa.

“Para mim, ampliou meus projetos. Você não sabe como eu estou gostando. É uma nova etapa”, contou em entrevista ao colunista Maurício Stycer, do UOL.

Em nota da assessoria de imprensa, o artista fala em se “reinventar”. “Hoje tenho diante de mim mais uma oportunidade para me reinventar, como já vinha fazendo. Permaneço aberto a novos desafios e disponível para me lançar com outros parceiros em diversas plataformas e veículos. Estarei sempre onde meu público estiver. Estarei sempre com vocês.”

Segundo Aragão, o contrato é uma coisa simbólica e ele deve seguir fazendo trabalhos pontuais na emissora, além dos projetos em outras plataformas. Recentemente, o artista ganhou sucesso nas redes sociais, principalmente no Instagram, onde compartilha com os 3,5 milhões de fãs a sua rotina. No Tik Tok, ele comemorou esta semana a marca de um milhão de seguidores.

Carreira

Renato Aragão trabalhou de 1974 a 1976 na Tupi, antes de estrear na Globo, à frente dos Trapalhões, em 1977. O programa ficou no ar até agosto de 1995, após as mortes de Zacarias (1934-1990) e Mussum (1941-1994).

Também em 1977, ele fundou a Renato Aragão Produções Artísticas LTDA, que até hoje controla todos os negócios de participação do artista, como filmes, discos e gibis. A empresa também é a responsável por toda a produção dos programas de TV e dos filmes estrelados por ele. No cinema, ele fez mais de 45 filmes, entre 1965 e 2017.

Em 1998, A Turma do Didi foi exibida na emissora e seguiu até 2010. Didi também foi a cara da campanha Criança Esperança e, por ele, apresentou inúmeros especiais.

 

 

(*) Com informações do Metrópoles

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias