US - R$ 4,08

×

Filme de Xuxa com cena de pedofilia pode voltar a ser comercializado

No filme "Amor Estranho Amor", Xuxa encena relações sexuais com um menino de 12 anos

Foto: Reprodução

O passado da apresentadora Xuxa voltou a ser destaque na imprensa nacional, após o polêmico filme em que a artista protagoniza cenas picantes com um garoto de 12 anos pode voltar às telinhas. A proibição da comercialização do longa “Amor Estranho Amor” (1982) foi concedida em 1991, porém, na última terça-feira (17), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) iniciou uma sessão para avaliar se o site Mercado Livre pode comercializar o longa em que Xuxa aparece nua.

A possibilidade do filme voltar a ser exibido surgiu após a famosa fazer declarações nas redes sociais. Pelos comentários feitos na web, Xuxa parece ter refletido sobre o motivos que a levaram a atuar no longa. Na época, a famosa ainda não trabalhava com o público infantil.

“Não gosta de mim, não tem problema. Querem me chamar de garota de programa, querem dizer que sou pedófila porque fiz um filme quando tinha 18 anos, chamem”, disse ela. “Aliás, gostaria que todo mundo visse o filme, é muito bom”, defendeu.

Ação

Em maio de 2017, Xuxa teve negado mais um recurso na longa ação movida por ela contra o Google. A apresentadora pede desde 2010 que o site de buscas retire de seus resultados fotos em que aparece nua e frases relacionadas a ela e à prática de pedofilia, termo que a vinculam ao filme.

O processo em segunda instância foi negado pela 19ª Câmara Cível do Rio de Janeiro. “Por unanimidade, depois de rejeitadas as preliminares, no mérito, negou-se provimento ao recurso, nos termos do voto da desembargadora relatora Valeria Dacheux Nascimento”, diz o texto da decisão.

 

Faça um comentário