MENU
logo-amazonasum

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Fiscalização fecha duas festas clandestinas com mais de 700 pessoas no fim de semana

Funcionamento de bares e casas noturnas está proibido em razão da pandemia da covid-19
Da redação – Portal AM1*
• Publicado em 30 de maio de 2021 – 16:00
Foto: Polícia Civil de São Paulo

SÃO PAULO, SP – Duas festas clandestinas foram flagradas e interrompidas em Pinheiros, zona oeste, e na Bela Vista, região central da capital, entre a noite de sábado (29) e a madrugada deste domingo (30). Segundo o governo do estado, mais de 700 pessoas se aglomeravam nos dois locais, a maioria sem máscaras de proteção nem distanciamento social. Veja aqui a ação dos fiscais do comitê.

Nos dois eventos, profissionais foram detidos e autuados por infração ao Plano São Paulo, que não permite o funcionamento de casas noturnas em virtude da pandemia do novo coronavírus. As ações foram deflagradas em apoio ao Comitê de Blitze, criado pelo governo do estado e pela Prefeitura de São Paulo para reforçar a fiscalização e o cumprimento das medidas restritivas.

Na festa da avenida Brigadeiro Faria Lima, em Pinheiros, as equipes do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos) e do Dope (Departamento de Operações Especiais de Polícia), em conjunto com a Vigilância Sanitária, Procon-SP e órgãos fiscalizadores do município, apreenderam grande quantidade de bebida alcoólica, uma mesa de som e outra de iluminação, dois processadores, um notebook e cinco máquinas de cartão. Havia cerca de 600 pessoas no local.

Um grupo musical, que se apresentava no estabelecimento, também foi abordado. Quatro funcionários foram conduzidos ao distrito policial e autuados. Procurados pela reportagem, os responsáveis pelo local não responderam aos questionamentos.

A segunda festa clandestina, que acontecia na rua Treze de Maio, na Bela Vista, aglomerava 150 pessoas, das quais 95 permaneciam sem máscaras. Os policiais apreenderam bebidas alcoólicas, duas mesas de som e dias máquinas de cartão. Três funcionários foram autuados por infração de medida sanitária preventiva.

Os casos foram registrados pela 2ª Delegacia de Divisão de Investigação sobre Crimes contra a Fazenda do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania.

Entre a noite de sábado (29) e a madrugada de domingo (30), a Polícia Militar atuou de forma preventiva no estado em 43 ações de apoio, flagrando 444 pontos de aglomeração. Mais de 40 mil veículos foram vistoriados e 113 pessoas, detidas.

(*) Com informações da Folhapress

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap