MENU
logo-amazonasum

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Investidores de países desenvolvidos demonstram interesse no Amazonas

Países como os EUA, Noruega, Singapura, entre outros, fizeram contatos para possíveis negócios na região
Da redação – Portal AM1
• Publicado em 03 de junho de 2021 – 09:57
Foto: reprodução Portal Solar

MANAUS/AM- Depois de participar durante dois dias do Fórum de Investimentos Brasil 2021 (Brazil Investment Forum – BIF, sigla em inglês), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), por meio da Secretaria Executiva de Desenvolvimento Econômico (Sedec), realizou um balanço positivo do evento ao ser procurada por investidores de países desenvolvidos como Singapura, Estados Unidos da América (EUA) e Noruega, além da Espanha e Colômbia, que se mostraram interessados em fazer negócios com o Governo do Amazonas.

De acordo com levantamento do Departamento de Atração de Investimento e Comércio Exterior (Daice) da Sedec, responsável por organizar o stand do estado no evento, a avaliação do Amazonas no evento teve saldo positivo, que pode ser refletido nas várias visitas ao stand virtual do Governo do Amazonas, além dos vários canais de comunicação que foram abertos com investidores. A iniciativa da Sedecti é de atrair novos negócios para o Estado e, com isso, gerar mais emprego e renda para a população.

“O Estado do Amazonas foi bastante procurado, principalmente, por investidores dos setores da energia solar, resíduos sólidos, turismo ecológico, peixes ornamentais, entre outros. Fato este que consolida o caminho correto que o Governo tem buscado, que é o de desenvolver o Amazonas de forma sustentável”, destacou o secretário executivo de Desenvolvimento Econômico da Sedecti, Renato Freitas.

Durante o BIF 2021, a Sedecti apresentou as potencialidades de negócios no Amazonas nos setores de agropecuária, armazenamento, logística, agroindústria, geração de energia e responsabilidade social.

No primeiro dia de evento, o governador Wilson Lima participou de modo virtual, explanando sobre as potencialidades do Amazonas para investimentos e destacou ser importante que os investidores estrangeiros conheçam os potenciais do Amazonas, uma economia que alinha preservação ao desenvolvimento sustentável.

O governador destacou, ainda, a Zona Franca de Manaus, como um modelo econômico de sucesso, ao concentrar quase 500 empresas. Em 2020, o faturamento do Polo Industrial de Manaus (PIM) foi de mais de R$120 bilhões.

Projeto Amacro

O projeto principal apresentado pelo Amazonas durante o evento foi o Projeto Amacro, que é um conjunto de ações multissetoriais que visam promover a sustentabilidade ambiental, por meio do desenvolvimento socioeconômico de uma área que abrange cerca de 32 municípios espalhados no sul do Amazonas, leste do Acre e noroeste de Rondônia (Amacro), englobando um total de 465,8 mil quilômetros quadrados (km²) e população estimada em aproximadamente 1,7 milhão de pessoas (2020).

Para Renato Freitas, o Projeto é de grande importância para o desenvolvimento da região Norte. “O projeto da Amacro é muito importante enquanto Zona de Desenvolvimento Sustentável, que conta com os esforços colaborativos dos Estados do Amazonas, Acre e Rondônia, além da coordenação da Sudam e da Suframa, que propõem o aproveitamento do potencial da biosociogeodiversidade da Amazônia para levar o desenvolvimento humano às populações amazônicas”, avaliou o secretário executivo.

BIF

O Fórum de Investimentos Brasil 2021 é considerado o maior evento de atração de investimentos estrangeiros da América Latina; e foi promovido pela APEX-Brasil, em formato virtual. O BIF reúne autoridades dos governos federal e estaduais, e executivos de grandes empresas do Brasil e do mundo, além de representantes da academia, imprensa e formadores de opinião.

Nesta edição, o Fórum destacou as oportunidades de investimentos em setores estratégicos, como agronegócios, energia, infraestrutura, inovação, saúde e tecnologia, entre outros, em uma oportunidade única para discutir as melhorias no ambiente de negócios no Brasil. O evento reuniu, em painéis de discussão de alto nível, representantes do governo e CEOs de importantes multinacionais, além de salas de apresentação de projetos públicos e privados no Brasil, que estão buscando aporte de investimentos e networking com representantes do poder público, entre outros participantes.

(*) Com informações da assessoria

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap