Após pressão da categoria, Guarda Municipal garante Plano de Cargos
21 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Após pressão da categoria, Guarda Municipal garante Plano de Cargos e Salários

Após ouvir as reclamações, o líder do prefeito na Câmara, vereador Marcel Alexandre (PMDB), firmou um acordo de votar até março de 2020 o PCCR

Após pressão da categoria, Guarda Municipal garante Plano de Cargos e Salários
Guardas Municipais foram até a Câmara Municipal de Manaus (CMM) pedir a inclusão da categoria no PCCR do município. (Foto: Semcom)

Representantes do Sindicato dos Guardas Municipais do Amazonas (Sindguarda-AM) estiveram na manhã desta segunda-feira, 16, na Câmara Municipal de Manaus (CMM) para reivindicar o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) da categoria.

Os representantes questionaram a exclusão da guarda municipal do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR), dos servidores públicos estatutários da área não específica da administração direta e indireta da prefeitura. O plano, aprovado na CMM na última quarta-feira, 11, não incluiu a Guarda Municipal e segundo os representantes, não houve nenhuma explicação.

Após ouvir as reclamações, o líder do prefeito na Câmara, vereador Marcel Alexandre (PMDB), firmou um acordo de votar até março de 2020 o PCCR da categoria para que ele comece a vigorar em abril, juntamente com os demais.

“A Guarda Civil tem que ser específica, por isso não foi inclusa. Mas também tem a questão da complexidade no processo deles. Nós já firmamos um acordo e na quarta-feira vamos nos reunir com a categoria e o secretário de administração”, disse.

Segundo o secretário geral do Sindguarda, Adnei Castilho, há servidores com mais de 30 anos de carreira que precisam se aposentar mas estão impossibilitados pela falta do plano. Para ele, a atitude corrobora a defasagem da categoria, que se sente desestimulada.

“Não reuniram , não chamaram os representantes, pra informar se tinha algum projeto. Há mais de dois anos estamos na expectativa por esse plano”, disse.

“A guarda precisa ser renovada, aparelhada e valorizada para atender com mais dignidade a população. A gente espera que nesse último ano de gestão do prefeito haja uma atenção melhor”, acrescentou

Além da falta do plano de carreira o sindicato também denunciou outros problemas, como a falta de efetivo e a necessidade de um novo concurso.

“Desde 2013 nós já apresentamos três planos que foram para gaveta, agora esperamos mais uma vez o compromisso da prefeitura de honrar a guarda municipal”, concluiu.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading