Hapvida doa camas para beneficiários da Casa Mamãe Margarida - Amazonas1
3 de dezembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Hapvida doa camas para beneficiários da Casa Mamãe Margarida

A Casa atua em dois tipos de programas: fortalecimento de vínculos familiares e comunitários e acolhimento institucional

Hapvida doa camas para beneficiários da Casa Mamãe Margarida
Divulgação

O Sistema Hapvida realizou a doação de várias camas de ferro, na última quarta-feira (15) para a instituição Casa Mamãe Margarida, que atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e com vínculos familiares rompidos em Manaus.

De acordo com a atual diretora da Casa da Mamãe Margarida, Liliana Maria Daou Lindoso, as doações chegaram em um momento ideal, visto que ela beneficiará várias crianças e idosos que são atendidas pela instituição.

“Nós fomos pegar essa doação com muita alegria, as pessoas que foram beneficiadas, estão sendo as nossas irmãs idosas que são atendidas pela nossa Casa. Todas ficaram muito felizes, a outra parte das camas ficaram para as outras crianças que também são atendidas aqui”, diz ela.

Leia mais: Hapvida recebe reconhecimento no 7º Prêmio Conarec

Sistema Hapvida preparado

O Sistema Hapvida, por contar com um sistema verticalizado e integrado de rede própria, consegue trabalhar com previsibilidade e planejamento, em relação às necessidades de suas unidades, nas cinco regiões do Brasil.

Durante a pandemia da covid-19, a gestão verticalizada e o acompanhamento diário tornaram-se balizadores de ações, que vêm garantindo a atuação inteligente e assertiva da empresa.

Uma das ações foi a aquisição de insumos necessários para o tratamento dos pacientes, como camas de ferro e box. Caso precisasse ampliar sua estrutura de atendimento, o Sistema Hapvida já contava com as camas, em estoque. Após a redução de casos em alguns estados, a companhia optou por fazer a doações das camas novas, que não foram necessárias em sua rede própria de atendimento.

“Apesar de um contexto desafiador da pandemia, que ainda enfrentamos, ações solidárias surgiram em todo o mundo. No Sistema Hapvida, também agimos para garantir a melhoria da qualidade de vida e da saúde, de quem está ao nosso redor. Também somos responsáveis pelo meio, somos partes dele. Queremos que nossas doações contribuam, inclusive, para inspirar o bem, a ajuda ao próximo”, explica Bruno Pinto, superintendente regional do Sistema Hapvida.

Entre os utensílios doados e as cidades beneficiadas estiveram: Fortaleza (CE): 36 camas de ferro e 49 camas box; Manaus (AM): 15 camas de ferro; Belém (PA): 43 camas box; São Luís (MA):15 camas de ferro; Recife (PE): 45 camas de ferro e Salvador (BA): 21 camas de ferro. Totalizando assim 224 camas doadas

Sobre a Casa Mamãe Margarida

A Casa Mamãe Margarida foi fundada no dia 02 de abril de 1986, atendendo crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e com vínculos familiares rompidos. A Casa atua em dois tipos de programas: Fortalecimento de vínculos familiares e comunitários e acolhimento institucional.

Sobre o Sistema Hapvida

Com cerca de 6,2 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como um dos maiores sistemas de saúde suplementar do Brasil, presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco e RN Saúde, além da operadora Hapvida e da healthtech Maida. Atua com mais de 30 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 40 hospitais, 184 clínicas médicas, 41 prontos atendimentos, 174 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.

(*) Com informações da Assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading