US - R$ 4,13

×

‘Lab Online Manaus’ disponibiliza laudos laboratoriais após 48h

Os pacientes das unidades de atendimento da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) poderão consultar os resultados de seus exames pela internet a partir de hoje

Um novo sistema chamado “Lab Online Manaus” para consulta do resultado de exames laboratoriais realizados, com laudos disponíveis na internet após 48 horas, oferece mais suporte para os pacientes usuários das unidades de atendimento da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). O projeto foi apresentado na tarde de hoje, 10, pelo prefeito Arthur Virgílio Neto.

Através desse lançamento, que otimiza o atendimento e integração dos postos de exames da prefeitura e os respectivos laboratórios distritais da Semsa, os pacientes usuários poderão consultar de forma online, os resultados de seus exames realizados, de um jeito simples e rápido pela internet, sem precisar se deslocar para alguma unidade de atendimento.

Após a realização do exame, o paciente recebe um localizador e uma senha, que será utilizado posteriormente como login que possibilita a visualização dos resultados de exames, disponibilizando até mesmo a impressão caso necessário. Os laudos e exames feitos pelos pacientes, permanecerão no perfil como um histórico para eventuais consultas.

“Eu tenho o maior orgulho de nós termos agora, pela quarta vez consecutiva, o prêmio de excelência pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas. Só Manaus, entre Estados e municípios, mereceu essa honraria. Mais de 3 milhões de exames por ano nós realizamos, investir nisso é um marco pra nós, estamos apenas cumprindo nosso dever, muita alegria”, declarou Arthur Neto.

Os laboratórios distritais atendentes da rede municipal de saúde da cidade, incluindo o laboratório da maternidade Moura Tapajóz, receberam Certificados de Excelência do Programa Nacional de Controle de qualidade (PNCQ) e da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC). Segundo a prefeitura, só ano passado foram realizados quase quatro milhões de exames nas unidades municipais.

 

*Com informações da Semcom

Faça um comentário