Oficina de jornalismo traz técnicas para identificar fake news

US - R$ 4,18

×

Oficina de jornalismo traz técnicas para identificar fake news

O evento, que recebe o nome de 1ª Oficina de Jornalismo e Inovação, traz como tema: “Fact-checking: Técnicas de checagem na apuração”.

A 1ª Oficina de Jornalismo e Inovação terá, principalmente, como diferencial, a aplicação de técnicas de checagem da informação. (Foto: divulgação)

A desinformação explodiu nos últimos anos e vem causando graves problemas para a sociedade. Na busca por soluções para frear essa problemática, uma oficina de capacitação será promovida para profissionais da área da Comunicação e afins no próximo dia 14 de setembro de 2019, a partir das 8h, na Faculdade Boas Novas, localizada a Avenida Rodrigo Otávio, 1655, no bairro do Japiim, em Manaus. 

O evento, que recebe o nome de 1ª Oficina de Jornalismo e Inovação, traz como tema: “Fact-checking: Técnicas de checagem na apuração”.

Trata-se de um conteúdo com metodologia inédita a ser aplicado para profissionais que trabalham com a produção de notícias e áreas correlatas. As inscrições podem ser feitas por meio do link: http://bit.ly/2MtKFsl_Fact-cheking-Sambrosio e as informações podem ser obtidas pelas redes sociais do evento ou ainda pelo telefone: (92) 98152-8252. 

Encabeçando a iniciativa, a jornalista Sídia Ambrósio que é CEO e Founder da Sambrosio Comunicação e Eventos, ressalta que o tema da desinformação está em alta nos grandes centros do mundo e que já passa da hora do jornalismo no Amazonas tratar a questão com mais atenção. 

“A ideia é sempre trazer para Manaus os temas que estão no seio dos principais debates do jornalismo e da inovação nos grandes centros. Além disso, não se pode deixar para amanhã o problema causado pela desinformação que afeta toda a sociedade. Isso vem atrapalhando, inclusive, medidas governamentais na área da saúde em vários países. Por isso, técnicas de fact-checking são urgentes para barrar a desinformação”, destaca a empreendedora.

Na trilha das tendências pautadas pela Quarta Revolução, a Sambrosio Comunicação e Eventos tem como objetivo trazer para Manaus e região, eventos que tenham como propósito aprimorar e capacitar não apenas jornalistas e comunicadores, mas também profissionais de outros segmentos que tenham interesse por inovação e tecnologia.

Por conta da gravidade da situação que se alastra pelo mundo, a própria Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) criou um manual para combater a desinformação e as chamadas fake news. 

“O livro está sendo trabalhado desde 2018, principalmente, com professores de jornalismo e nas escolas em vários países. Isso só evidencia que a tratativa deve ser urgente e nos chama a atenção para a necessidade de capacitação dos profissionais e de uma sociedade com senso crítico apurado”, reforça Sídia Ambrósio. 

Técnicas de checagem

A 1ª Oficina de Jornalismo e Inovação terá, principalmente, como diferencial, a aplicação de técnicas de checagem da informação. Além da jornalista Sídia Ambrósio, a oficina também contará com a facilitadora Karla Pereira que é doutoranda em Informática pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e pesquisadora do Grupo de Tecnologias Emergentes e Segurança de Sistemas. 

“Neste século, a informação é considerada um dos bens mais preciosos. Entretanto, há um processo gigantesco de criação e disseminação de informações falsas. Com o advento da proliferação dessas notícias na internet, é primordial aos profissionais da informação ter conhecimentos de técnicas de checagem na apuração dessas informações”, aponta Karla que também é Mestre em Informática pela Ufam.

Jornalismo

A Oficina acontece em parceria com a Faculdade Boas Novas que também possui o curso de Jornalismo em sua grade. 
“Nós aqui da Faculdade Boas Novas entendemos que é muito importante essa iniciativa com a Oficina da Sambrosio Comunicação e Eventos porque possibilita aos nossos futuros profissionais de Jornalismo, a complementação do ensino que adquirem na sala de aula com as técnicas práticas ligadas à inovação por meio de ações como essas. Isso significa maior qualificação de nossos alunos para o mercado de trabalho”, declara Fátima Flores de Vargas, coordenadora do curso de Jornalismo da Faculdade Boas Novas.

A Instituição irá certificar os participantes com horas complementares. Os alunos da Boas Novas que apresentarem declaração de matrícula ou carteirinha estudantil garantem descontos na inscrição do curso.

Faça um comentário