US - R$ 3,92

×

Pacientes ficam ‘pendurados’ após chuva alagar hospital em Manaus

As imagens de dentro do Hospital João Lúcio mostram a situação de calamidade em que se encontram as unidades de saúde do Estado geridas pela Susam


Vários pacientes que esperavam atendimento no Hospital João Lúcio, na zona Leste de Manaus, nessa segunda-feira, 11, tiveram que ficar ‘pendurados’ em macas e cadeiras, após a chuva alagar parte do corredor da unidade hospitalar. Os pacientes relataram ainda, a falta de medicamentos e alimentos para os internados.

As imagens de dentro do Hospital João Lúcio, mostram a situação de calamidade que se encontra as unidades de saúde do Estado do Amazonas geridas pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam). No vídeo, a paciente que não tem o nome revelado, pede a mudança da atual gestão e usa ‘palavras de baixo calão’

O vídeo mostra o desespero de funcionários e pacientes tentando reduzir a alagação. (Reprodução)

O vídeo mostra o corredor do Hospital João Lúcio completamente alagado. A pessoa que faz a filmagem afirma que já são mais de 13h e os pacientes ainda não haviam almoçado.

“Gente, olha como está o Pronto Socorro João Lúcio na hora da chuva. Os pacientes até agora não almoçaram… O Hospital alagando, e cadê essa (…) do governador Wilson Lima… Os pacientes todos pendurados e o hospital alagando…”, relatou a paciente.

… “Vamos se reunir gente para tirar essa (…) desse governador. Fazer uma nova Assembleia e tirar essa (…). Todo mundo queria o novo, está aí o novo…”, disse a paciente.

Desespero

O vídeo mostra o desespero de funcionários e pacientes tentando reduzir a alagação do hospital, em uma área que estavam pacientes em macas. “Moço, não dá para jogar para lá não. Pois lá encheu e jogou para cá”, disse uma funcionária no vídeo.

A pessoa que filmava a calamidade nos corredores do Hospital João Lúcio disse que um fato parecido aconteceu no Hospital Platão Araújo, na zona Leste de Manaus. “Todo mundo está à mercê, e esse governador (…) fica só rindo da cara dos amazonenses. Os próprios acompanhantes dos pacientes ajudando. Isso é uma pouca vergonha, é um desrespeito ao ser humano. Uma pouca vergonha”, disse.

… “Tá aí para quem votou no novo, esse governador que só está preocupado em festas. Agora ta aí preocupado com as festas de carnaval e depois vem a época do Boi, que é o que a À Crítica gosta. Uma pouca vergonha… Os funcionários sem receber e os pacientes pagando pela falta de estrutura no hospital. 13h da tarde e ninguém almoçou”, finalizou a paciente.

Leia a nota na íntegra da Susam 

A direção do Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio informa que, durante a chuva forte de ontem (11/02), uma garrafa PET obstruiu a caixa de escoamento e água acabou entrando por uma das portas da unidade. Logo que o problema foi identificado, a garrafa foi retirada pelo serviço de manutenção e o escoamento da água normalizado. A direção destaca que, em 10 minutos, a situação foi resolvida. E não há problema de falta de alimentação na unidade de saúde. 

 

Veja o vídeo 

 

Faça um comentário