Projeto de Lei quer proibir uso de celular nas salas de aula

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

27 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Projeto de Lei quer proibir uso de celular nas salas de aula

Segundo o PL, os telefones celulares deverão ser mantidos desligados durante as aulas. Não é a primeira tentativa do poder público de impedir o uso dos aparelhos eletrônicos

Projeto de Lei quer proibir uso de celular nas salas de aula
(Foto: Paula Giolito / Agência O Globo)

Um projeto de lei, em tramitação na Câmara Municipal de Manaus (CMM), pretende proibir o uso de aparelhos celulares dentro das salas de aula da rede municipal de ensino.

Segundo a proposta, apresentada no último dia 29 de outubro pelo vereador Dr. Isaac Tayah, os telefones celulares deverão ser mantidos desligados durante as aulas.

Entre as justificativas apresentadas pelo vereador na proposta está o argumento de que “o uso do celular no ambiente escolar compromete o desenvolvimento e a concentração dos alunos, e são preocupantes os relatos de professores e alunos de como é comum o uso do celular dentro das salas de aulas”.

O texto afirma ainda que “há relatos de estudantes que usam o celular para colar nas provas, através de mensagens de texto e também armazenando a matéria no próprio aparelho”.

A proposta acrescenta que muitos pedagogos defendem a ideia que o ideal é o aluno não levar o celular para a escola. De acordo com a proposta, em caso de emergência, devem ser utilizados telefones fixos.

Leis ignoradas

Em 2010, o então prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, sancionou uma lei municipal que proibia os alunos de escolas municipais o uso de celular durante as aulas.

A lei também vetava o uso de bonés, chapéus, armas de fogo e ‘brancas’ como facas, sob pena de sanções administrativas.

No entanto, o uso dos aparelhos eletrônicos continua a ser usado pelos alunos, inclusive para atividades escolares.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading