Tribunal de Contas julga a situação de 5 mil temporários da Prefeitura de Manaus | | Amazonas1

US - R$ 5,10

×

Tribunal de Contas julga a situação de 5 mil temporários da Prefeitura de Manaus

Os conselheiros vão dizer se os temporários ficam ou se serão desligados (TCE)

 

Da Redação*

Os conselheiros do  Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE/AM) julgam na tarde desta terça-feira, 17, a situação de 5,1 mil servidores temporários da Prefeitura de Manaus, conhecidos como RDAs. O Regime de Direito Administrativo (RDA) foi criado com base a Lei Municipal nº 336/1996 e deveria ter durado, no máximo, quatro anos, mas a maioria desses funcionário já está há 20 anos no serviço público municipal.

Segundo o TCE, eles podem ser dispensados caso o tribunal julgue procedente um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) que manda demiti-los de seus cargos. Durante a campanha eleitoral do ano passado, o prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), prometeu manter os temporários, ignorando a recomendação do Ministério Público.

*Mais informações em instantes 

Faça um comentário