×

Argentinos fazem greve contra reforma da previdência


A maior central operária da Argentina, Confederação Geral do Trabalho (CGT), convocou para esta segunda-feira (18), greve nacional, com duração de 24 horas, contra a reforma da previdência proposta pelo governo. O projeto está previsto para ser votado nesta segunda, na Câmara dos Deputados. A proposta é considerada polêmica por diversas categorias. As informações são da agência EFE.

“Constitui um desconto dos salários de aposentados, pensionistas e dos setores mais vulneráveis da sociedade”, denunciou Juan Carlos Schmid, um dos três secretários-gerais da central, em uma coletiva de imprensa na qual anunciou a greve, que começará às 12h (horário local, 13h de Brasília) e se estenderá até terça-feira (19).

Apenas o sistema de transporte público funcionará de forma parcial até a meia-noite desta segunda, segundo Schmid, para que os trabalhadores possam voltar aos seus lares.

Comentários
Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.